NovasdoDia » Yamaha » Salão Duas Rodas – Yamaha confirma novas R1 e MT-09 Tracer como atrações

Salão Duas Rodas – Yamaha confirma novas R1 e MT-09 Tracer como atrações

mt09Além da nova Factor 150 flex, a Yamaha confirmou mais duas atrações para o Salão Duas Rodas: a nova geração da superesportiva R1 (também na versão R1M de pista) e a MT-09 Tracer, versão Tourer da naked tricilíndrica. Todas serão apresentadas no Salão, mas as vendas começarão em janeiro. Somente a Tracer teve o preço divulgado: R$ 45.990 garantido para as primeiras unidades – após isso pode haver reajuste dependendo da cotação do dólar, pois, segundo a Yamaha, a moto é montada em Manaus (AM), mas com kit praticamente todo importado.

Apresentada no Salão de Milão do ano passado, a Tracer (acima) é uma MT-09 com posição de pilotagem elevada e mais ereta, além de contar com maior proteção aerodinâmica (para-brisa ajustável em três posições), faróis de LED e um novo painel de instrumentos de LCD mais completo que o da naked. Fora isso, a moto recebe controle de tração (que pode ser desativado) como item de série.

Virtual sucessora da TDM 900, a Tracer vem equipada com o mesmo motor de 3-cilindros e quatro válvulas da MT-09, com refrigeração líquida e 115 cv de potência. Com chassi formado de alumínio fundido, a nova Tourer pesa 210 kg e corrige uma falha da MT-09, a baixa autonomia, com um tanque de 18 litros. Outro diferencial fica por conta do banco ajustável e mais confortável para piloto e garupa, sem contar a alça lateral para quem viaja atrás.

Nova R1

r1Já com a nova geração da Yamaha YZF-R1, os japoneses esqueceram o pragmatismo e tiveram o claro objetivo de conseguir uma máquina da MotoGP adaptada para as ruas.  Na concepção estética, destaca-se a frente, onde existem quatro pequenos faróis, deixando a moto com aspecto mais limpo e visual dos protótipos de corrida.

Seu motor de quatro cilindros e 998 cc produz 200 cv de potência a 13.500 rpm e entrega um torque de 11,46 kgfm a 11.500 rpm. Com peso em ordem de marcha de 199 kg, temos a impressionante relação peso/potência de 1 kg por cv. A redução na balança foi alcançada, entre outras coisas, com uso de tanque em alumínio, rodas de magnésio e chassis tipo Deltabox de alumínio.

A eletrônica de série da nova Yamaha R1 merece um capítulo à parte, já que, como a nova Panigale, ela introduz o sistema IMU que monitora via sensores a força G e permite a análise de dados 3D, por exemplo. Isso leva à existência de um controle de largada, anti-wheelie, controle de tração e sistema de unificado de freio com ABS de competição.

O chassi se completa com o garfo Kayaba de 43 milímetros e freios a disco, duplo de 320 mm na dianteira e simples de 220 mm na roda traseira. A nova R1 promete boa briga com as renovadas Ducati Panigale e BMW S1000 RR. Isso sem falar que existe ainda a versão YZF-R1M, exclusiva para as pistas, que também será exposta no Salão e vendida no Brasil. Os preços deverão ser divulgados nesta terça-feira (dia 6) durante a coletiva de imprensa da Yamaha.


Uma das melhores marcas de motocicletas do planeta, a Yamaha fez um extenso número de scooters com motores de dois e quatro tempos, e modelos de motocicletas on-road e off-road. A Yamaha XS 650, introduzida em 1970, foi um enorme sucesso, tal que incapacitou a indústria britânica de motores bi-ciclíndricos em linha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *