O pior já passou que nada: carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%

Home » Automoveis » O pior já passou que nada: carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%

Férias coletivas, carros encalhados nos pátios e desanimo total, este é o cenário atual. Mesmo com apelo e várias estratégias das montadoras e concessionárias,  vendas de carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%, olha que ainda tem espaço para piorar.

De janeiro a março, mesmo com a forte queda do mercado de carros zero, os preços subiram 4,42%, enquanto o preço dos usados ficou estável (com alta de 0,03%), segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Mendes explica que, além da alta do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em janeiro, houve aumento de insumos. “Em contrapartida, o usado manteve o preço e acabou ficando mais atrativo.”

Lançamentos de carros nacionais e importados, seguros, preços, avaliação, cores, teste e informações técnicas, qual o consumo do veículo, como fazer o financiamento, o que muda em 2017 e qual automóvel vai sair de linha.

    ROBERTA MIRANDA - O PIOR Já PASSOU

    Diga o quer desde o início faça tudo o que quiser toda arte esconde um vício na sombra ou na luz acredite na miragem eu e você somos um e não alguém ... ROBERTA MIRANDA - O PIOR Já PASSOU O pior já passou que nada carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%

    ROBERTA MIRANDA - O PIOR Já PASSOU - ACúSTICO AO VIVO - [ÁUDIO OFICIAL]

    Essa música faz parte do álbum "acústico ao vivo" facebook: https://www.facebook.com/robertamirandaoficial twitter: https://twitter.com/robertamiranda1 ... ROBERTA MIRANDA - O PIOR Já PASSOU - ACúSTICO AO VIVO - [ÁUDIO OFICIAL] O pior já passou que nada carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%

    LÉO SANTOS - O PIOR JÁ PASSOU

    O ronnye som stúdio apresenta o cantor léo santos, a nova revelação da música sertaneja! ronnye som stÚdio/sp tel: (11) 98430-6628 whatsapp ... LÉO SANTOS - O PIOR JÁ PASSOU O pior já passou que nada carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%

    TOCANDO CAVAQUINHO SENSAçãO ( O PIOR JA PASSOU )

    TOCANDO CAVAQUINHO SENSAçãO ( O PIOR JA PASSOU ) O pior já passou que nada carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%

    SENSAçãO - O PIOR Já PASSOU

    Canal clube do samba sambas e pagodes de qualidade raiz do samba. SENSAçãO - O PIOR Já PASSOU O pior já passou que nada carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%

    Tudo sobre O pior já passou que nada carros, caminhões e ônibus, em abril, caíram 25,19%, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Um comentário

  1. Paulo Souto

    Enquanto o mercado de carros zero-quilômetro vive uma grave crise, com queda de mais de 16% nas vendas no primeiro trimestre, as concessionárias de automóveis usados sobrevivem à recessão e fecharam março em terreno positivo, com alta de 2,3% nas vendas em unidades nos primeiros três meses do ano. Com o orçamento mais apertado, o consumidor está atento ao fator preço – neste quesito, os usados levam vantagem. Enquanto o valor do veículo novo subiu 7,2% nos últimos 12 meses, em média, os usados tiveram queda de 3,2%.

    Entre os usados, os chamados seminovos, com até três anos, lideram a preferência do consumidor. As vendas cresceram 26%. Os brasileiros que querem dar um “upgrade” em seu veículo ficam atentos a este mercado. Segundo Mauricio Emerich, dono da revenda R1 Motors, em São Paulo, o consumidor hoje usa muito a internet ao comprar. E, ao comparar os preços de carros zero e seminovos, consegue perceber que a diferença é grande. Segundo dados de mercado, após um ano de uso, o preço de um veículo cai cerca de 20%.

    Na R1 Motors, um Evoque, da Land Rover, blindado e com 8 mil km rodados, sai por R$ 220 mil. Um modelo zero-quilômetro, com os mesmos opcionais, fica em R$ 280 mil. Já um Fox 1.0, cujo preço de tabela é de R$ 44,6 mil, pode ser encontrado em sites por cerca de R$ 36 mil após um ano de uso.

    O empresário gaúcho Renan Resende da Costa, 32 anos, achou mais vantajoso comprar um usado. Ao descobrir que seria pai, no fim do ano passado, começou a buscar um carro mais confortável para a família.”Se fosse comprar um novo, teria de abrir mão e pegar um modelo inferior”, diz Costa.

    As pesquisas na internet trouxeram o empresário até São Paulo, onde a diferença de preço chegava a R$ 12 mil em relação a Porto Alegre. No início de março, veio para a capital paulista e comprou um Mercedes 2012, diretamente do proprietário, por R$ 70 mil à vista. Para levar um zero, teria de desembolsar mais R$ 60 mil. “Até pouco tempo era muito mais fácil comprar um carro novo, mas a situação mudou.”

    Com o aquecimento no mercado de segunda mão, a relação entre número de carros usados vendidos para cada novo está em 3,7 neste ano, a mais alta desde 2005, quando era de 4,1 usados para cada novo, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Para o gerente de desenvolvimento da consultoria Jato Dynamics, Pedro Mendes, a alta dos preços dos carros novos está levando o consumidor para a opção dos usados.

    De janeiro a março, mesmo com a forte queda do mercado de carros zero, os preços subiram 4,42%, enquanto o preço dos usados ficou estável (com alta de 0,03%), segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Mendes explica que, além da alta do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em janeiro, houve aumento de insumos. “Em contrapartida, o usado manteve o preço e acabou ficando mais atrativo.”

    Juros

    Apesar dos preços mais baixos, quem vai financiar o veículo precisa prestar atenção nos juros do financiamento do usado. Segundo o Banco Central, enquanto os juros de montadoras estão abaixo de 14% ao ano, nas empresas especializadas em carros usados podem chegar a 55%.

    A Fenauto, que representa as revendedoras de usados, afirma que o juro do setor varia de acordo com o perfil do cliente. “A taxa diminui conforme o valor da entrada aumenta”, diz Ilidio dos Santos, presidente da entidade. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

img_6273.jpg

Fusion Hybrid x Jeep Compass Diesel 2017: combinam economia e requinte

  A segunda geração do Compass, lançado recentemente, chega para concorrer diretamente com o Hyundai ix35. Sua versão a diesel, no.