Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens

Home » Hyundai » Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens

elantra-2016

O novo Elantra é equipado com o bloco 2.0 litros flex de 169/178 cv a 6.200 rpm e 20/21,5 kgfm a 4.700 rpm (gasolina/etanol), que está ligado a uma transmissão automática de seis velocidades. Disponível em versão única, a GLS, o sedã é oferecido por R$ 89.750. Seu único opcional é o teto solar, que eleva o seu preço para R$ 92.790.

Hyundai CAOA (importadora) resolveu mostrar em detalhes sua gama 2015, num test-drive entre São Paulo e Campos do Jordão (170 km da capital) realizado há alguns dias. O três-volumes chega ao ano-modelo 2015 com discretas alterações visuais na dianteira (retoque na barra cromada que leva o emblema da Hyundai, redesenho no nicho das luzes de neblina) e na traseira (lanternas com lentes escurecidas, base do parachoque com protetor plástico), mas com duas novidades fundamentais: a definição do motor Nu 2.0 DOHC, bicombustível (o mesmo do ix35), e da transmissão automática Shiftronic de seis velocidade como opção única de trem-de-força; e a adoção de freios a disco também nas rodas traseiras (antes eram a tambor). Com esse pacote mecânico enrobustecido — afinal, ele já teve motor 1.6, e o “irmão” i30 é 1.8 e só a gasolina — ao menos parte do preço do Elantra 2015 pode ser “justificada”. Em versão única, custa R$ 88.900. Quem quiser um exemplar com teto solar elétrico vai pagar R$ 3 mil extras, totalizando R$ 91.900.

A segunda parte da justificativa para esse valor é o pacote de equipamentos e sistemas que o Elantra traz de série. Muitos itens da longa lista que vem a seguir deveriam ser rotina em sedãs médios e/ou carros nessa faixa de preço, mas não é bem assim que funciona, como sabemos.

Multimídia com tela tátil, som integrado (com CD, MP3, DVD), entradas iPod/USB/AUX, navegação por GPS e Bluetooth, com comandos no volante, quatro alto-falantes e dois tweeters; ar-condicionado digital com duas zonas de resfriamento e ionizador; partida por botão; computador de bordo; volante e manopla do câmbio revestido em couro; coluna da direção regulável em altura e profundidade; apoio de braço deslizante; piloto automático; bancos revestidos em couro, com ajuste elétrico para o motorista e rebatimento 60/40 no traseiro; luzes de neblina e faróis com acendimento automático; retrovisores externos com repetidores em LED, comando elétrico e desembaçador; controles eletrônicos de estabilidade (ESP e VSM), freios ABS com EBD e auxílio de frenagem em urgências (BAS); controle de tração (TCS); airbags frontais, laterias e de cortina; cintos de segurança dianteiros com pré-tensionadores; sensores de chuva e de estacionamento; e câmera de ré.

Tudo isso seria inútil se o Elantra fosse ruim de guiar, mas não é o caso e esta é a terceira, derradeira e subjetiva parte da argumentação em favor dos R$ 88.900 pedidos pela Hyundai (é possível que, na concessionária, haja oferta de desconto).

elantra-2016

  • Ficha técnica completa e lista de equipamentos

O Elantra tem uma enorme vantagem em relação ao i30: suas rodas e pneus. Enquanto o hatch insiste no conjunto com aro 17 e pneus baixos, de medida 225/45, duro demais para guiar em asfalto que não seja perfeito, o sedã utiliza rodas de aro 16 e pneus mais altos, com medida 205/60, que amortecem os impactos no solo e dispersam a energia. O ganho em suavidade na rodagem é sensível; motorista e passageiros agradecem.

A cabine, de resto idêntica à do i30, é sóbria e de bom gosto, como deve ser a de um sedã médio que, pelo menos temporariamente, terá de ocupar no mercado o espaço de si mesmo e o do sedã logo acima o Hyundai Sonata, cuja importação está suspensa. Não há luxo a bordo, mas fica a impressão de que pouco ou nada faltou (ponto fraco é o relógio digital com cara de anos 1980). O entre-eixos de 2,7 metros, novo padrão mínimo do segmento, garante bom espaço para quatro adultos.

  • Mecânica

Com relação a mecânica do modelo, não existem alterações, é possível ainda se contar com um motor 2.0 Flex de 178 cavalos, associados sempre a uma transmissão automática e de seis marchas determinadas.

O interior do veículo por sua vez também tem uma série de alterações começando com seus novos padrões de revestimento e de melhor qualidade.

No caso de seu console central podemos contar com um novo computador de bordo, e também um novo sistema multimídia com tela equivalente de 7 polegadas com sistemas de navegação totalmente integrados.

Outra particularidade é que a Hyundaia acabou promovendo uma boa redução equivalente dos preços do Elantra recentemente, com a sua versão de entrada, que é vendida a R$ 86 mil reais, existem vários tipos de informações oficiais se estes preços são válidos por toda a linha determinada do ano de 2015.

O motor 2.0 entrega 178/169 cavalos de potência a 6.200 rpm (etanol/gasolina), e torque de 21,5/20 kgfm a 4.700 rpm (idem). Não são números esplêndidos, mas garantem saídas e retomadas vigorosas e, numa situação de estrada, aceleração homogênea até a velocidade de cruzeiro, na qual o motor vai trabalhar “solto” devido à atuação da sexta marcha como overdrive (a quinta tem relação 1:1). A direção elétrica é direta e obtém respostas imediatas das rodas dianteiras, mas seu ponto alto é a facilitação de manobras com o carro parado ou em baixa velocidade.

No Brasil, o Grupo Caoa é responsável pela distribuição dos veículos importados da marca em território nacional e pela montagem dos kits CKD do caminhão leve HR, do Tucson e também do SUV IX35 em Anápolis. A montadora ergueu uma fábrica própria no Brasil em 2012 em Piracicaba, no interior de São Paulo, é responsável pela fabricação dos modelos HB20, HB20X e HB20S, exclusivos para o mercado brasileiro. Já há expectativa de ampliação da unidade fabril e da construção de uma unidade da subsidiária Kia.

    AVALIAçãO | NOVO HYUNDAI ELANTRA 2.0 2017 | CURIOSIDADE AUTOMOTIVA®

    Fala ai pessoal, tudo certo? o carro que foi avaliado essa semana, foi o novíssimo hyundai elantra 2017 com motor 2.0 dohc. o carro está com o design ... AVALIAçãO | NOVO HYUNDAI ELANTRA 2.0 2017 | CURIOSIDADE AUTOMOTIVA® Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens

    NOVO HYUNDAI ELANTRA 2.0 2017 - AVALIAçãO (CANAL HOT CARS)

    Fala pessoal, beleza? voltando hoje para trazer mais um vídeo, e dessa vez é o hyundai elantra 2.0 2017 em sua versão topo de linha! um carro que teve ... NOVO HYUNDAI ELANTRA 2.0 2017 - AVALIAçãO (CANAL HOT CARS) Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens

    NOVO HYUNDAI ELANTRA 2017 TURBO - INTERIOR E EXTERIOR

    Novo hyundai elantra 2017 turbo - interior e exterior brasil - ficha técnica, preço, consumo, detalhes, 0 a 100. além da nova geração do tucson (que vai ... NOVO HYUNDAI ELANTRA 2017 TURBO - INTERIOR E EXTERIOR Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens

    NOVO HYUNDAI ELANTRA 2017 EM DETALHES - GARAGEM 2.0

    Com a nova geração do hyundai elantra, a hyundai espera recuperar o tempo e unidades perdidas para os principais rivais toyota corolla, hinda civic e ... NOVO HYUNDAI ELANTRA 2017 EM DETALHES - GARAGEM 2.0 Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens

    HYUNDAI ELANTRA 2017 - IMPRESSõES DO CAçADOR DE CARROS

    Você já conhece o hyundai elantra 2017? conheça um pouco mais sobre este carro e as primeiras impressões do caçador de carros. confira o interior do ... HYUNDAI ELANTRA 2017 - IMPRESSõES DO CAçADOR DE CARROS Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens

    Tudo sobre Novo Hyundai Elantra cai no gosto popular, veja preço, vídeo e imagens, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Um comentário

  1. Lucas+Souto+Maior

    No geral, então, é um carro de comportamento mais familiar do que esportivo; caso queiram, mais Toyota Corolla e menos Honda Bros, Pop 100, CG 2016 2017, boa avaliação de consumo Civic.

    E por falar na concorrência, vale notar que as versões topo de gama dos dois nipônicos que hoje dominam o segmento dos sedãs médios custam R$ 93.730 (Corolla Altis) e R$ 74.900 (Civic LXR, temporariamente a mais cara até a volta da EXR, que deve passar fácil dos R$ 80 mil). Mas não há termo de comparação do Elantra com esses carros, os quais, para começo (e fim) de conversa, dispensam controles de estabilidade e tração — e, no caso do Civic LXR, os cinco airbags adicionais aos frontais obrigatórios (afinal, segurança deve ser bobagem).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

hyundai-azera-2017

Hyundai Azera 2017 em sua sexta geração vem repleto de novidades

Ousadia, essa é a palavra, a foto aí abaixo é da sexta e nova geração do Azera. O modelo estreia.