NovasdoDia » Atualidades » No Brasil se falsifica tudo: cão vira-lata é vendido como yorkshire

No Brasil se falsifica tudo: cão vira-lata é vendido como yorkshire

O país dos corruptos e bandidos, tem um dos povos mais desonestos no mundo, nem cão escapa de quadrilhas especializadas em falsificação. Morador de Vila Valqueire quis fazer uma surpresa para a namorada, mas acabou passando por constrangimento: comprou, por R$ 400, um cachorro supostamente da raça yorkshire pela Internet, mas, no mesmo dia, depois de dar o presente para a amada,descobriu que tinha sido enganado. O cão, de quatro meses, é um simpático vira-lata, que tinha sido pintado com Color Jet, uma tinta spray indicada para pintura de móveis de aço, madeira, armários, e outros objetos.

O animal foi vendido através de um site, por uma mulher que se identificou apenas como Priscila. O caso está sendo investigado pela 33ª (Realengo). A diretora da Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), Izabel Cristina do Nascimento, disse já ter recebido vários cachorros pintados de forma grotesca.

A administração do site de vendas onde o cãozinho foi anunciado ficou de se informar sobre o ocorrido e deverá se pronunciar hoje. Nesta quinta, no mesmo site, estavam sendo oferecidos cães, que seriam da raça Yorkshire Terrier. As fêmeas custavam R$ 700, com a garantia de vacinação e pedigree.

O Yorkshire Terrier, ou Yorkie, é um cão de pequeno porte, vigoroso, com uma pelagem longa, sedosa e abundante de origem britânica. Os filhotes nascem pretos com pontos marrons, e geralmente alteram a cor da pelagem com cerca de 1 ano. É uma das raças mais populares do mundo.

cao-falso

 


Aqui você fica por dentro o que acontece no Brasil e no mundo, celebridades, famoso que morreu ou faleceu na data de hoje, política, quem é o corrupto e ladrão do momento, crise econômica, qual partido que mais rouba, o próximo a ir pra cadeia, dinheiro sujo, charges e curiosidades.

Um comentário

  1. Tá no sangue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *