Home » KTM Motos » KTM Duke 390 2016: preço, ficha técnica e informações da naked

KTM Duke 390 2016: preço, ficha técnica e informações da naked

Talvez seja exagero dizer que a KTM Duke 390, que desembarca no Brasil em maio, seja a motocicleta que faltava em nosso mercado. Entretanto, é inegável que a naked média austríaca, que será montada em Manaus (AM), chega para preencher uma lacuna entre modelos de 250/300 cc e 500cc. Qualidades para isso não faltam. O conjunto tem especificações dignas de máquinas maiores, incluindo tecnologias como sistema ABS (antitravamento) nos freios.

O impacto que a Duke 390 poderá causar no segmento vai depender do preço final. O certo seria posicioná-la acima de Kawasaki Ninja 300 (R$ 21.990) e abaixo de Honda CB 500F (R$ 24.625), mas fontes já afirmaram à Infomoto que a Duke deve custar entre R$ 23 mil e R$ 25 mil, um pouco acima do ideal. Ela será vendida nas cores branca e preta, e tem chegada às lojas KTM e Dafra prevista para junho.

Leve e potente…

A Duke 390 não nega os genes da família: é uma motocicleta descarenada, leve, ágil e com torque de sobra. O visual, marcado por linhas angulosas e farol alongado, também segue a identidade das “irmãs”, incluindo motor e quadro em treliça aparentes.

Em teste pelas estradas do Parque Nacional Khao Yai, a 200 quilômetros da capital Bancoc, foi possível sentir todo o estilo, leveza e ergonomia da Duke 390: pernas ficam bem encaixadas; pés alcançam facilmente o solo — o banco fica só a 80 cm do chão; o guidão, em alumínio, é largo e deixa os cotovelos em boa posição para “atacar” as curvas; a posição levemente inclinada de tronco os joelhos pouco flexionados completam a posição de pilotagem, típica de uma naked.

Ao compartilhar o quadro de treliça com a irmã menor Duke 200, a 390 consegue pesar meros 139 kg a seco. Com isso, faz os 44 cv gerados pelo motor monocilíndrico de 373 cm³ renderem uma relação peso/potência de 3,15 kg/cv. É mais do que a Honda CB 500F, por exemplo, que gera 50,4 cv, mas pesa 41 kg a mais. A embreagem, segundo promessa da KTM — já que as unidades testadas ainda não tinham essa tecnologia, será deslizante nas unidades montadas no Brasil.

Ágil e esperta:

Além de ter um ronco gostoso, a Duke 390 vibra como qualquer motocicleta monocilíndrica. Os engates do câmbio são macios, e o torque em baixas rotações impressiona. As marchas têm relação longa, mas não falta força para o motor empurrar uma naked tão leve.

As mudanças de direção são tão rápidas e simples de executar quanto as de uma moto de menor porte, e as suspensões — garfo invertido com tubos de 43 mm na dianteira; monoamortecedor fixado diretamente na balança traseira — estão acertadas para mesclar conforto e rigidez, apesar de não oferecer ajustes. O resultado é uma ciclística que transmite segurança para inclinar bastante nas curvas, mesmo as mais fechadas.

Em outro teste, dessa vez no autódromo de Bonanza, também na Tailândia, a Duke 390 mostrou que também possui caráter esportivo: as rodas de liga leve de 17 polegadas, calçadas com pneus Pirelli Diablo Rosso II, permitiram deitá-la nas curvas até as pedaleiras rasparem no asfalto.

Na pista fechada, aceleração e frenagem responderam com extrema eficiência, especialmente os freios, que chegam a ser superdimensionados para o porte do modelo — disco de 300 mm e pinça de fixação radial com quatro pistões na dianteira; disco de 230 mm com pinça flutuante de um pistão na traseira. A resposta desse conjunto é imediata, mas não assusta, e o auxílio do ABS de dois canais da Bosch (desligável por meio de botão) garante segurança em situações de exagero.

Conclusão:

Peso e dimensões são de modelos menores, mas o desempenho é digno de motos mais robustas. Com essa “equação”, mais o bom pacote de equipamentos (como painel totalmente digital), a Duke 390 se mostrou uma grande moto. O consumo do motor também agradou, registrando 21 km/l no computador de bordo a um bom ritmo na estrada.

De nada valerão todos esses predicados se o preço ficar muito acima do praticado em outros mercados. Na Europa, a naked está acertadamente posicionada entre Ninja 300 e CB 500F. Se a mesma estratégia for adotada no Brasil e o volume de produção atender à demanda (incluindo o pós-venda), a Duke 390 tem tudo para repetir aqui o sucesso que tem feito em outros mercados.

Preço estimado:

R$ 25.000

Ficha técnica:

Motor: monocilíndrico de 373,2 cm³; 4V; DOHC; refrigeração líquida
Potência: 44 cv (a 9.500 rpm)
Torque: 3,57 kgfm (a 7.250 rpm)
Câmbio: seis marchas
Dimensões: 2.145 mm (c) x 760 mm (l); altura não disponível
Peso: 139 kg (a seco)
Tanque de combustível: 11 litros

duke2

    TOP SPEED KTM DUKE 390 - SéRIE TOP SPEED #06

    Ktm duke 390 ela é pequena, leve, ágil e potente. com essas características ela até parece perfeita. pode até ser, dependendo para o que se deseja a moto. TOP SPEED KTM DUKE 390 - SéRIE TOP SPEED #06 KTM Duke 390 2016 preço, ficha técnica e informações da naked

    2017 KTM 390 DUKE FIRST LOOK FROM EICMA 2016

    Ktm has focused on a slightly more grown-up feel for its smashing 390 duke. the engine produces 44ps and the change is in the torque. this will be a ... 2017 KTM 390 DUKE FIRST LOOK FROM EICMA 2016 KTM Duke 390 2016 preço, ficha técnica e informações da naked

    KTM 390 DUKE MODELO 2016

    Espectacular moto ktm 390 duke 2016. llantas pirelli diablo rosso ii. KTM 390 DUKE MODELO 2016 KTM Duke 390 2016 preço, ficha técnica e informações da naked

    MY NEW 2016 KTM DUKE 390!

    Dazzne p3 action camera - http://goo.gl/vzkuuz drop a gear and dissapear t-shirts - https://teespring.com/tomdag https://www.facebook.com/ridingwithtom ... MY NEW 2016 KTM DUKE 390! KTM Duke 390 2016 preço, ficha técnica e informações da naked

    KTM DUKE 390 2016 AFTER 9000 KM

    2016 ktm duke 390 after 9000 km review. KTM DUKE 390 2016 AFTER 9000 KM KTM Duke 390 2016 preço, ficha técnica e informações da naked

    Tudo sobre KTM Duke 390 2016 preço, ficha técnica e informações da naked, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Não deixe de ver isso

Kawasaki ZX-10R 2017

Importada do Japão a partir de R$ 70.990, a Kawasaki ZX-10R recebeu melhorias para se equiparar às rivais, embora tenha.