Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história

Home » Atualidades » Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história

estado

É oficial. Em editorial intitulado “Irresponsabilidade como método”, o Estadão, um dos maiores jornais do Brasil, pede o impeachment de Dilma, por maquiar sistematicamente as contas públicas do país. Publicamos a seguir na íntegra.
A petista Dilma Rousseff não pode mais permanecer na Presidência da República pela simples razão de que adotou a irresponsabilidade como método de governo. Sua administração violou de forma sistemática e deliberada as leis referentes à gestão das contas públicas, mas não o fez porque foi obrigada por circunstâncias adversas e passageiras, como costumam alegar Lula, Dilma e a tigrada, e sim em razão de certezas ideológicas da petista, derivadas de uma visão deletéria do papel do Estado.

Ao longo do primeiro mandato de Dilma, mesmo diante de insistentes alertas de técnicos do governo segundo os quais tal conduta estava comprometendo a capacidade do Estado de honrar seus compromissos, a equipe econômica da petista – por ordem expressa dela – continuou a cavoucar o erário para dele extrair os recursos necessários para manter as políticas populistas do PT, enquanto maquiava as contas para enganar o País a respeito do estado putrefato das finanças nacionais.

Se ainda havia alguma dúvida a respeito dessa irresponsabilidade, mesmo diante das contundentes conclusões do Tribunal de Contas da União (TCU), um documento sigiloso produzido por técnicos do Tesouro Nacional em julho de 2013, revelado agora pelo jornal Valor, comprova de uma vez por todas que o governo sabia perfeitamente dos riscos que assumiu ao recorrer às mutretas fiscais para sustentar a malfadada “nova matriz macroeconômica” – um delírio estatista nascido das convicções de Dilma.

O relatório dizia que, a se manter aquela política inconsequente, o Brasil perderia o grau de investimento em até dois anos e teria um passivo de R$ 41 bilhões em razão das “pedaladas” no pagamento de diversos subsídios. Afirmava também que a chamada “contabilidade criativa” – conjunto de truques para simular superávit em contas que apresentavam déficit – minava a credibilidade da política fiscal.

Esse estudo foi apresentado ao secretário do Tesouro, Arno Augustin, em novembro de 2013. Na época, já estava claro que a “nova matriz” fazia água por todos os lados – a inflação subia mesmo com a contenção dos preços administrados, as despesas do governo cresciam mais do que a arrecadação e as desonerações já atingiam R$ 70 bilhões.

Com esse cenário, informa a reportagem, os técnicos alertaram que a situação fiscal se tornaria em breve insustentável e que a meta de superávit primário daquele ano, de 2,3% do PIB, não seria atingida. O secretário reagiu. Disse que aquela reunião tinha o objetivo de acabar com o “motim” dos técnicos contra a política econômica – que, segundo Augustin, era fundamental para manter o crescimento do País. Ademais, afirmou ele, somente quem havia sido eleito – Dilma Rousseff – tinha a prerrogativa de ditar a política econômica. Aos técnicos, portanto, cabia somente acatá-la. Qualquer forma de crítica era considerada uma sabotagem.

Ao longo de 2014, em razão da campanha eleitoral, o controle de informações e decisões no Tesouro e na Fazenda, do ministro Guido Mantega, ficou ainda mais rígido. Naquele ano, as “pedaladas” já haviam inflado os resultados fiscais em quase 300% – tudo para que Dilma pudesse garantir, no palanque, que o País estava com as contas em ordem e pronto para dar um formidável salto a partir de sua reeleição. “O Brasil vai bombar em 2015”, chegou a declarar a presidente, acusando os adversários de “alarmismo”.

Naquela oportunidade, como agora ficou claro, Dilma já sabia qual era o tamanho do desastre que estava por vir e mentiu deliberadamente para se eleger. Portanto, que as aparências não enganem. Arno Augustin pensava e agia conforme suas convicções, mas todas as suas atitudes resultaram de ordens diretas de Dilma, de quem o secretário era apenas um “soldado”, um “cumpridor de tarefas”, na definição de alguns dos entrevistados pelo Valor. Arno cometeu vários delitos, mas o principal foi não ter contrariado a chefe – esta sim, inteiramente responsável por todas e cada uma das medidas que resultaram no flagelo fiscal que o Brasil enfrenta hoje.

Aqui você fica por dentro o que acontece no Brasil e no mundo, celebridades, famoso que morreu ou faleceu na data de hoje, política, quem é o corrupto e ladrão do momento, crise econômica, qual partido que mais rouba, o próximo a ir pra cadeia, dinheiro sujo, charges e curiosidades.

    JORNAL ESTADãO E A NOVA ORDEM MUNDIAL

    Www.priscilaemaxwellpalheta.com. JORNAL ESTADãO E A NOVA ORDEM MUNDIAL Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história

    ESTRéIA DO NOVO JORNAL DO ESTADO 2° EDIçãO (05/10/15)

    Apresentação: amália roeder e gilvan fontes tv atalaia hd capturado via canal 35 - (8.1) ESTRéIA DO NOVO JORNAL DO ESTADO 2° EDIçãO (05/10/15) Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história

    COMENTáRIO SOBRE A ENTREVISTA DO GENERAL EDUARDO VILLAS BôAS, AO JORNAL ESTAD ..

    Comentário sobre a entrevista do general eduardo villas bôas ao jornal estadão... http://politica.estadao.com.br/noticias/geral ... COMENTáRIO SOBRE A ENTREVISTA DO GENERAL EDUARDO VILLAS BôAS, AO JORNAL ESTAD .. Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história

    ENCONTRADO CORPO DO ATOR DOMINGOS MONTAGNER - JORNAL DO ESTADO

    ENCONTRADO CORPO DO ATOR DOMINGOS MONTAGNER - JORNAL DO ESTADO Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história

    N.A. 29/09/14 - MANCHETE - JORNAL ESTADãO

    Boletim n.a. 29/09/14 - confira manchete - jornal estadão com joão batista olivi --------------------------------------------------------------------------------------------- N.A. 29/09/14 - MANCHETE - JORNAL ESTADãO Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história

    Tudo sobre Jornal O Estadão pede o impeachment da presidente mais incompetente da história, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

4 Comentários

  1. Estadão tem que pedir é a lei da mídia, isso sim, ajudou a ditadura agora vem com esse editorial mais irresponsável,junto com os sonegadores da GLOBO a quadrilha dos irmãos Marinhos, que vivem na Florida EUA, querem que o Brasil exploda nem ai……

  2. Se realmente já estiver comprovado de verdade, através de documentos a corrupção da Presidente e seus aliados, todos deverão não só ir para a cadeia, como também devolver aos cofres Públicos tudo o que roubaram!!!! Se for comprovado positivo o crime de responsabilidade fiscal, deixo aqui minha dica: O Brasil precisa PARAR de servir um Governo corrupto!! O Brasil precisa imediatamente de ir para as ruas e manifestar a sua indignação e fazer acontecer a saída da Presidente imediatamente. E é preciso urgentemente buscar uma maneira rápida para que a População se sinta protegida do exército da Presidente. Nas manifestações de rua, os Policiais, mesmo que não queiram e não estejam a favor de usar de sua força contra a população, eles recebem ordens para maltratarem a população a qualquer custo. No caso de manifestação em que se cometa violência por parte de manifestantes, estes deverão ser punidos sim, mas observando alguns vídeos das manifestações anteriores, dá-se a entender que, muitas vezes, a violência é iniciada por parte da Polícia, ou seja, se a polícia já chega armada utilizando seus recursos de forma “autoritária”, muitos que estão na passeata veem tais comportamento da polícia como uma forma de provocação, e isso gera insegurança, desconforto e sentem-se intimidados pela polícia. A atitude da polícia e a forma da polícia se apresentar armada nessa situação precisam ser repensadas, porque dar “proteção” significa que o ambiente estará seguro para se transitar nele, mas se a presença da polícia é notada por intimidação, isso é uma estratégia para que as pessoas que estão naquele ambiente, se afastem de lá, daí… As pessoas se sentem recuadas e intimidadas, onde gera conflitos entre as partes. Avante, Brasil! Vamos conquistar o Exército em nosso favor, e fazermos nós uma Nação sem medo. A nossa “voz” soará e permanecerá, basta sermos unidos, com o mesmo objetivo. Deus nos deu a terra, Deus nos deu o alimento, e muitas outras coisas de que necessitamos para sobrevivermos, Deus nos deu tudo o que precisamos, e necessitamos repartir tudo isso um com o outro, em partes iguais, para que sejamos um povo humilde diante de Deus, e quem sabe, mereçamos a presença de Deus em nossas vidas, eternamente, se buscarmos o caminho da paz, do amor, da humildade, e da sabedoria Divina, porque é através das Escrituras sagradas que encontramos o caminho para encontrar a presença Divina. Que Deus tenha misericórdia daqueles que oprimem o pobre, o humilde, o honesto, e o trabalhador.

  3. Realmente, esse pedido de impeachment é o mais incompetente da história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

joyce

Jornalista Joice Hasselmann é ameaçada de morte por corruptos bandidos

Jornalista Joice Hasselmann ficou bastante em evidencia por denunciar a roubalheira do PT e agora a corrupção no Congresso Nacional,.