Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta

Home » Honda » Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta

honda_africa_twin_2018-2017-cores-seguro-valor

A tão aguardada Honda Afica Twin chega ao país ainda esse ano. Apesar de tantos lançamentos que noticiamos no mercado brasileiro, um ainda está na ‘gaveta’ , previsto para chegar antes do ano novo chegar. O lendário nome Africa Twin está de volta para batizar uma moto acima da média e que resgata um estilo de motocicleta que parecia em extinção. Na Europa, só em 2016, foram vendidas mais de 10.000 unidades — e lá esse número é bem expressivo.

Esqueça aquela coisa de “crossover” ou aquela “maxitrail” com leve capacidade off-road, mas vulnerável a maus-tratos fora do asfalto. A Honda Africa Twin é uma autêntica topa-tudo — pelo menos, que o piloto aguentar.

honda_africa_twin_2018-2017-cores-seguro-valor

A Honda saiu de cima do muro e, depois de muitos anos, a gigante japonesa volta a apostar no verdadeiro conceito trail com a nova Africa Twin, uma moto com suspensões de curso aceitáveis para um off-road de verdade, distância livre do solo superior à da concorrência e uma posição de pilotagem sob medida para pilotar de pé. A moto que os fãs esperavam!

Contudo, simplesmente aprofundar o caráter fora-de-estrada de uma moto como essa não é garantia de sucesso: se descuidar das qualidades “on”, se não apresentar um design sedutor aos olhos dos viajantes ou se não reunir um pacote de qualidades para convencer aqueles usuários que sequer cogitam sujar a moto com o pó de uma estrada de terra, a batalha comercial será perdida.

E os japoneses não cometeram esse erro já que a versatilidade dessa nova moto seguramente atenderá boa parte das expectativas dos clientes que preferem longas viagens por estradas pavimentadas.

Como eles conseguiram isso não é mais segredo: dois cilindros em paralelo, 998 cm³, cabeçote Unicam, embreagem antibloqueio, bomba de água sob a tampa da embreagem, suspensões Showa multirreguláveis, duplo disco dianteiro, roda traseira de 18”, entre outros atrativos.

No mercado europeu, a eletrônica chega na lista de opcionais com o ABS (que no modo off-road não atua na roda traseira), o controle de tração HSTC e o novo DCT — Dual Clutch Transmision —, câmbio de dupla embreagem desenvolvido especificamente para esta nova Africa Twin, mais ‘esperto’ que o utilizado na VFR 1200X Crosstourer. No Brasil, a Africa Twin (prevista para chegar ainda em 2016) não terá câmbio DCT, mas contará com ABS e HSTC.

motor-twin-208

NOVO CONTROLE DE TRAÇÃO

O novo controle de tração da marca HSTC — Honda Selectable Torque Control atua em três diferentes níveis de intervenção, além da opção de poder ser desligado. Como ele atua um pouco cedo, se a sua intenção for brincar com a moto no fora-de-estrada, simplesmente desligue-o.

Porém, quando já estamos cansados ou não queremos tomar sustos em situações extremas, sua atuação deixa a pilotagem muito mais relaxada.

O opcional mais “polêmico” é o câmbio. Quando vimos o primeiro protótipo da Africa Twin  (ainda no Salão de Milão de 2014) sem pedal de câmbio e manete de embreagem, confesso que torci o nariz: Câmbio DCT em uma “trail pura”, como assim?

honda_africa_twin_2017-acessorios

Agora, depois de testar a versão definitiva podemos garantir que sim, é uma opção interessante, em especial para aqueles que pretendem usar a moto essencialmente em viagens longas por asfalto. Exige, sim, um período inicial de adaptação, mas é inegável o fato de que agrega um novo padrão de conforto em longas viagens para motos dessa categoria.

Ao mesmo tempo, coloca ao alcance de nossas mãos — dos dedos indicador e polegar da mão esquerda, o controle de um bem escalonado câmbio manual, igualmente capaz de preservar as sensações esportivas para quem delas não abre mão.

MOTO TRAIL PARA QUALQUER TERRENO

Retomar um velho conceito e resgatar do passado um nome tão forte não significa que a Honda está presa à glória de outros tempos. Muito pelo contrário, a CRF1000L Africa Twin é o melhor exemplo de como é possível fazer uma moto trail capaz de andar em qualquer tipo de terreno e ser eficiente em todos eles.

A disposição dos cilindros em paralelo e a pouca altura do motor, os cabeçotes Unicam de origem CRF, a embreagem supercompacta e a bomba de água escondida sob a sua tampa fazem a diferença.

honda_africa_twin_2018-guidon-controles-eletronica

Todo esse esforço para economizar peso e tamanho resultou em uma moto incrivelmente estreita, com uma ergonomia que traz conforto na estrada e liberdade de movimentos fora dela. Isso sem falar na excepcional altura livre do solo e os sempre bem-vindos “gadgets” do ABS, o HSTC e até o DTC.

A vanguarda de seu conceito é notada ainda em equipamentos — como o excelente e belíssimo painel de instrumentos — e componentes como as funcionais suspensões Showa, que mesmo sem eletrônica, trazem muitos ajustes para um equilíbrio de funcionamento invejável.

TRANSMISSÃO DA TWIN

Desde o “começo dos tempos”, trocar as marchas em uma moto é algo tão fundamental quanto frear e acelerar, por isso encontrar uma trail legítima com câmbio automático é algo de certa forma chocante. Puro preconceito.

Testamos a Africa Twin com o cada vez mais aprimorado DCT e nos deparamos com um funcionamento impecável, que transmite sensações novas e proporciona até um melhor controle da moto em certas situações off-road. Por custo, não vem ao Brasil.

honda_africa_twin_2018-vermelha-prata-azul-dourada-grafismo

Para mostrar a importância do lançamento da CRF1000L Africa Twin, a Honda organizou uma apresentação internacional do modelo em uma reserva natural na Cidade do Cabo, na África do Sul, na qual fomos representados pelos nossos colegas da MOTOCICLISMO Espanha, autores desta matéria.

Depois das habituais apresentações detalhando o desenvolvimento do modelo e suas especificações técnicas, tivemos o primeiro contato com a “Twin” no asfalto e, no dia seguinte, uma jornada inteira dedicada ao off-road.

Desde os primeiros quilômetros sobre a moto notamos algumas de suas virtudes, sendo a primeira delas, a excelente posição de pilotagem, especialmente em pé. O tanque de combustível com capacidade para apenas 18,8 litros não incomoda em excesso e todos os comandos são fáceis de acessar e suaves no tato.

DIRIGIBILIDADE

A sensação de agilidade e maneabilidade é fantástica e lembra muito à de uma grande monocilíndrica. O quadro de instrumentos também merece destaque: completo, de ótima leitura e muito bonito, ainda que esteja posicionado mais abaixo do que julgamos ideal.

O assento bipartido é estreito, mas garante um bom posicionamento para pilotos dos mais variados tamanhos. A sua altura pode ser ajustada em duas posições: 850 ou 870 mm.

Conforme íamos pegando confiança na moto, confirmamos o alto grau de conforto, a estabilidade e a forma impecável como a moto reage às nossas solicitações. O equilíbrio geral, a maneabilidade e a facilidade de pilotá-la, além do tato e da solidez do trem dianteiro superaram qualquer expectativa, por maior que ela fosse.

O sistema de freios atua brilhantemente e a proteção aerodinâmica também agrada. O nível de vibração do motor é baixo e ele equilibra muito bem linearidade, suavidade e energia. Mais que seus 95 cv declarados pela Honda, o encanto desse bicilíndrico está na forma suave e progressiva com entrega essa cavalaria.

honda_africa_twin_2019-elefantes-taxa-zero

ACELERANDO

A velocidade máxima indicada no velocímetro foi de 210 km/h. Para uma trail, não há necessidade de mais, talvez, nem disso… Na nossa experiência “off-road” o que mais nos chamou a atenção foi a estabilidade em alta velocidade (mérito especial das suspensões) e a facilidade de dosar os freios.

A já comentada suavidade na entrega de potência do bicilíndrico é ainda mais benéfica quando estamos na terra, e isso aumenta muito a nossa confiança na pilotagem. Sem recursos mirabolantes, a CRF1000L Africa Twin é uma moto que transpira modernidade no estilo e na técnica. A moto que faltava na família Honda.

PREÇO

O preço deverá ser competitivo para o segmento. Se mantida a mesma proporção do mercado norte-americano atualmente (e se o câmbio se estabilizar), podemos esperar a bigtrail da Honda chegando ao Brasil por um preço em torno de R$ 64.900

A marca confirma que haverá, portanto, três versões da Africa Twin: uma standard, praticamente sem controles eletrônicos; outra equipada com câmbio manual, freios ABS e HSTC, que permite selecionar o torque transferido à roda traseira em três níveis — mas que pode ser traduzido simplesmente como controle de tração para evitar que a roda traseira derrape; e ainda a versão com dupla embreagem (DCT), ABS e o HSTC..

 

Lançamentos de motocicletas e automóveis da Honda, interior, preço, valor do seguro, cores, carros que estão chegando no mercado, outros que vão sair de linha, defeitos e como desbloquear central multimídia da marca.

    HONDA AFRICA TWIN 2017

    Web site: http://www.puromotor.com facebook: http://www.facebook.com/revistapuromotor twitter: https://twitter.com/puromotor. HONDA AFRICA TWIN 2017 Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta

    HONDA AFRICA TWIN CRF1000L 2017 KRIEGA TRAVELBIKE

    At intermot cologne 11.2016. HONDA AFRICA TWIN CRF1000L 2017 KRIEGA TRAVELBIKE Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta

    HONDA AFRICA TWIN CRF1000L 2017 FICHA TéCNICA Y CARACTERISTICAS - MOTOS HONDA 2 ..

    Nueva honda africa twin 2017 colombia caracteristicas accesorios para motos : https://goo.gl/gixcma motos honda 2017 honda crf1000l africa twin 2017 ... HONDA AFRICA TWIN CRF1000L 2017 FICHA TéCNICA Y CARACTERISTICAS - MOTOS HONDA 2 .. Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta

    HONDA AFRICA TWIN 2017 CRF1000L GIVI TRAVELBIKE

    At the intermot 10.2016 cologne. HONDA AFRICA TWIN 2017 CRF1000L GIVI TRAVELBIKE Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta

    2017 HONDA AFRICA TWIN MOTORCYCLE WALKAROUND AIMEXPO 2016

    2017 honda africa twin motorcycle walkaround aimexpo 2016 visit http://twowheelobsession.com for all the new content! my other channels: ... 2017 HONDA AFRICA TWIN MOTORCYCLE WALKAROUND AIMEXPO 2016 Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta

    Tudo sobre Honda Africa Twin 2017 chega no Brasil esse ano, confira preço e detalhes da motocicleta, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

3 Comentários

  1. Particularmente acho ela feia, bem feinha

  2. Alguns anos atrás eu era fã incondicional da Honda, defendia com unhas e dentes, hj, mais maduro e depois de ter experimentado outras marcas, e atualmente ter uma F800GS 800, para minha tristeza a Honda continua igual ou pior. Tinha esperanças que a Africa Twin viesse com um preço parecido com os praticados na Europa!! mas 64/74 mil por uma moto pelada, ou Top é muito dinheiro. Vai ser mais uma furada como as 3/4 anteriores, Transalp, Falcon injetada, VFR 1200, …Pena!!! Horrivel To de Boa saudações da BMW F 800 GS…

    • Foi lançada em 1986? Aos 00:17 do video foi o que eu entendi? Mais uma moto quero dizer “lixo” que outros paises não querem e jogam pro Brasil, fica mais ou menos 4 anos e depois deixam de fabricar? Assim como fizeram com a Falcon NX 400 e a TRANSALP XL 700 V e o consumidor que se foda… ESTOU DE ACORDO COM O KEKA PAULO; AAAACORRRRRRDA HONDA E TRAZ UMA MOTO QUE FIQUE UM BOM TEMPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

ahd

Comparativo: Honda Civic x Audi A3 Sedan 2017

Os poucos carros alemães estãu deixando de ser unanimidade, entenda. Não faz muito tempo, dono de carro de marca japonesa.