NovasdoDia » Fiat » Fiat Mobi com vendas fracas já é ameaçado de sair de linha, fracasso ou ainda se recupera?

Fiat Mobi com vendas fracas já é ameaçado de sair de linha, fracasso ou ainda se recupera?

Tem carro que não emplaca mesmo, a Fiat já coleciona vários fracassos, Mobi seu último fracasso já está dando o que falar na montadora.

“Como pode uma montadora lançar um carro com um motor cuja ‘morte’ já está anunciada e deverá ocorrer em, no máximo, um ano?” Questionamentos como esse têm sido feitos por especialistas de mercado desde a chegada do Mobi, em abril, e ajudam a explicar a razão de um dos principais lançamentos da Fiat nos últimos anos ter começado mal sua carreira no País. Em maio, primeiro mês completo de vendas, o compacto teve 2.407 emplacamentos, ficou na 21ª posição do ranking nacional.
À frente do novato, que parte de R$ 31.900, há vários modelos bem mais caros, como Toyota Corolla, Honda HR-V, Jeep Renegade e sua “irmã” Fiat Toro. O Mobi não conseguiu largar na frente nem do Volkswagen Up!, com o qual veio disputar compradores e que, até hoje, mais de dois anos após seu lançamento, também não chegou a deslanchar.

Por causa do começo ruim, a Fiat já revisou sua meta de vendas para o carro, de 7 mil para cerca de 5 mil unidades por mês. Mas fontes ligadas à empresa admitem que 4 mil é um número mais realista.

O Mobi é um dos exemplos de carros que tiveram mau começo nos últimos anos. A maioria nunca conseguiu se recuperar. “O principal problema é o momento do mercado, que fez o consumidor, especialmente desse segmento, tornar-se mais racional na hora da compra”, explica o consultor Paulo Roberto Garbossa, da ADK Automotive.

“Quando o cliente vai à concessionária e vê o Palio Fire (a partir de R$ 29.160), maior e mais barato, não pensa duas vezes: escolhe o veterano”, diz.

Ser um subcompacto é outro ponto contra o Mobi. Esse segmento, no qual os carros têm dimensões internas diminutas, mas diversas soluções modernas, de apelo emocional, ainda não caiu no gosto do brasileiro. Exemplos são a primeira geração do Ka, que nunca fez sucesso, e o próprio Up!.

Ainda assim, as marcas estão investindo na categoria. É o caso da Renault, que lançará o Kwid no mercado brasileiro no segundo semestre.

O Mobi também traz motor defasado. Trata-se do mesmo 1.0 de oito válvulas e 75 cv do Uno. Antes do fim do ano o carrinho receberá um três-cilindros mais moderno, que deve aposentar o quatro-cilindros veterano. Isso afasta o consumidor mais antenado, pois não faz sentido adquirir uma versão que em breve deixará de existir.

Consumo de gasolina e etanol do Fiat Mobi

O quadro abaixo traz um comparativo de consumo de gasolina do Fiat Mobi (dados do INMETRO) com os dados (também do INMETRO) do Volkswagen up!.

Modelo
Consumo de GasolinaVantagem do Up!
CidadeEstrada
Cidade
Estrada
Fiat Mobi11,913,3
VW Up! MPI13,514,613,4%9,8%
VW Up! TSI13,816,116,0%21,1%

O Fiat Mobi gasta mais combustível que o Volkswagen Up! em qualquer situação, mesmo apresentando desempenho inferior tanto em relação ao Up! com motor MPI (aspirado) quando ao Up! TSI. O Up! MPI é 13,4% mais econômico em cidade que o Fiat Mobi, e 9,8% mais econômico em estrada. Já o Up! TSI é 16% mais econômico em cidade que o Fiat Mobi, e 21,1% mais econômico em estrada.

Esse resultado não muito favorável do Fiat Mobi 1.0 deve-se ao fato de ele usar o mesmo motor do Uno, isto é, o Fire 1.0 – um propulsor antigo, quatro cilindros, com 2 válvulas por cilindro. Esses números devem melhorar em 2017, quando o Mobi receberá o novo motor Fiat de três cilindros 6V.

FIAT LINEA

Errar na “largada” pode ser fatal para a trajetória do carro. É o caso do Linea, sedã feito sobre a base do compacto Punto e lançado em 2008. Posicionado pela Fiat com um médio, o modelo deveria brigar com Corolla e Civic, entre outros.

Mas, além de mais estreito, o Linea veio com um motor antigo e menos potente que os dos rivais. Quando ganhou opção sem pedal de embreagem, a Fiat optou pela caixa automatizada Dualogic, mesma solução usada em seus modelos de entrada.

Na época do lançamento, o Linea vendeu cerca de 900 unidades por mês, bem abaixo dos números dos rivais. Em 2014, a Fiat até tentou consertar o erro e reposicioná-lo, para brigar com Chevrolet Cobalt, por exemplo, mas a estratégia não deu certo. No mês passado, o sedã, que deve sair de linha até o fim do ano, teve apenas 138 emplacamentos, ante os mais de cinco mil exemplares do líder, Corolla.

Informações via Estadão Carros


    TONELLA - MOBILETE FRACA NA SUBIDA 1/1 HD

    Entenda o funcionamento da polia do variador e sua relação com a mola do motor, e saiba como garantir que toda a potencia gerada pelo motor seja ... TONELLA - MOBILETE FRACA NA SUBIDA 1/1 HD Fiat Mobi com vendas fracas já é ameaçado de sair de linha, fracasso ou ainda se recupera?

    NOVO NISSAN VERSA 2016 EM DETALHES

    Teste: nissan versa 1.0 e 1.6 agora é fabricado no brasil ✓ dê um gostei ✓ compartilhe ✓ comente ... NOVO NISSAN VERSA 2016 EM DETALHES Fiat Mobi com vendas fracas já é ameaçado de sair de linha, fracasso ou ainda se recupera?

    CENTRAL M1 NA TORO

    Fiat toro 2.0 freedom diesel, com m1. CENTRAL M1 NA TORO Fiat Mobi com vendas fracas já é ameaçado de sair de linha, fracasso ou ainda se recupera?

    Tudo sobre Fiat Mobi com vendas fracas já é ameaçado de sair de linha, fracasso ou ainda se recupera?, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

2 Opinião e Avaliação

  1. Puta carro feio, tomara que saia de linha mesmo.

  2. Excelente carro!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *