Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos

Home » Automoveis » Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos

Fiat 500 Abarth-2

Com 23 mkgf de torque em um corpinho de 3,66 m e com entre-eixos de apenas 2.300 mm, havia uma boa expectativa de que o Fiat 500 Abarth pegasse os números apenas regulares de teste, mastigasse, engolisse e deixasse para trás quase todos os rivais na Estrada dos Romeiros. Um valente Davi. Afinal, estávamos quase em uma especial de rali, num local cheio de curvas apertadas e a tradição do clássico 595 Abarth, de 1963, transpirava não apenas nos emblemas e adesivos, mas em suas proporções diminutas, postura agressiva e um ronco em marcha lenta matador: “Quando o 1.4 turbinado ligou, acabou pra todo mundo”, se empolgou Daniel.

Logo no começo do dia, ainda com essa sensação na cabeça, decidimos levar o Swift Sport e o 500 Abarth para aquecer os músculos num mano a mano; com Barata e Messeder alternando os volantes em um dos trechos mais sinuosos e de relevo mais dramático do percurso. O tom foi uníssono: o Fiat era o mais emocionante de ser pilotado, mas não encare isso como um elogio. “Foi o carro que eu mais suei para andar rápido. Você se esforça demais, a frente escapa num momento, a traseira desgarra nas frenagens”, criticou Daniel.

“No autódromo achei mais gostoso, mas no mundo real… nunca se sabe exatamente o que vai acontecer. Como o entre-eixo dele é curto e ele é relativamente estreito e alto, transfere muito peso pra frente nas frenagens e muito para trás nas reacelerações. A traseira é meio rebelde, arisca, controlável… mas não é amiga”, prosseguiu Juliano.

A traseira nervosa nas frenagens e a dianteira escorregadia nas saídas de curva poderiam ser apenas excentricidades divertidas se estivéssemos lidando com um bom montante de aderência lateral, mas os sapatos do Fiat 500 Abarth estão longe de serem adequados à sua proposta: ele calça um jogo de Pirelli P7 195/45 R16, pneu que serviria bem a um hatch comum, mas não a um esportivo. Por conta deles, a “dianteira teimava em não entrar”, criticou Messeder. Isso quando a traseira não estava escorregando, o que seria divertido não houvesse um guard-rail velho nos separando de um barranco de uns 80 metros de altura…

Embora seus números de teste tivessem sido razoavelmente bons e sua retomada tenha dado trabalho até para o Citroën DS3 e Civic Si, a verdade é que ficamos com a sensação de que o cult 500 não estava tão à vontade em ser o esportivo Abarth. “O Punto T-Jet é mais barato e talvez seja mais divertido de ser tocado no limite”, questionou Daniel. Fora essas questões dinâmicas, a direção tinha peso artificial e outro detalhe se mostrou ser quase irritante: “Em qualquer freada mais forte ele liga o pisca-alerta de situação de emergência. Não só tira a concentração, como dá a sensação de que ele está reclamando de que estamos judiando dele. E não dá pra desligar”, completou, algo posteriormente criticado por todos os participantes.

A ergonomia de pilotagem também não foi elogiada: embora os bancos fossem bonitos, lembrando peças de carro de corrida, de acordo com Julio, todos sentiram que o volante, de aro grosso, ficava muito afastado. E quando ficava bom para os braços, as pernas ficavam esmagando o painel.

No fim, o 500 Abarth acabou deixando um gosto levemente amargo na boca dos motoristas, pois criou uma expectativa enorme que acabou sendo correspondida apenas em parte – exatamente o contrário do Suzuki Swift Sport, que não prometia nada e acabou surpreendendo na tocada. “O Abarth é bem legal, sem dúvida, mas no meio dos outros carros acaba perdendo o brilho”, cravou Fábio.

Contudo, não se engane. Embora seja muito mais trabalhoso de ser pilotado que os demais, exigindo suavidade, autoconfiança e experiência, o 500 Abarth mostrou ter fibra para acompanhar boa parte do grupo. Os 23 mkgf de torque do 1.4 turbo com sistema MultiAir (varia o levante e a duração das válvulas de admissão via atuadores eletroidráulicos) e até 1,24 bar de pressão máxima lançavam o pequenino com vontade nas saídas de curva. “Olha, ele não nasceu para aquilo, mas os caras deram um jeito do 500 ficar bem rápido”, cravou Juliano.

“Só que para deixar pra trás boa parte desses carros aqui, precisaria mexer. Pneus melhores com urgência, um remapeamento na ECU quem sabe”, completou. E, claro, seu visual invocado combinado ao estilo vintage italiano é sucesso certo. Se você sente simpatia pela Vespinha apimentada sobre quatro rodas, não deixe de experimentá-lo. Emoção não irá faltar. Apenas não tenha a expectativa de ser o rei da montanha.

Consumo:

Cidade: 9,2 km/l
Estrada: 13 km/l

Preço:

R$ 81.710

Ficha técnica:

Motor:
1.4 16V turbo
167 cv a 5.500 rpm
23 mkgf 2.500-4.000 rpm

Transmissão:
Manual
6 marchas
Tração dianteira

Suspensão e pneus:
Frente: McPherson
Traseiro: eixo de torção

Dimensões:
Comprimento: 3,66 m
Entre-eixos: 2,30 m
Largura: 1,62 m
Altura: 1,49 m
Peso: 1.164 kg

Com informações da Revista QuatroRodas

Fiat 500 Abarth

Lançamentos de carros nacionais e importados, seguros, preços, avaliação, cores, teste e informações técnicas, qual o consumo do veículo, como fazer o financiamento, o que muda em 2017 e qual automóvel vai sair de linha.

    TESTE FIAT 500 ABARTH COM EMILIO CAMANZI

    Confira todos os detalhes do teste feito por emilio camanzi com o fiat 500 abarth. ficha técnica, itens de série e opcionais, preços e as notas do emilio em ... TESTE FIAT 500 ABARTH COM EMILIO CAMANZI Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos

    FIAT 500 SPORT 1.4 MULTIAIR - TEST - MATíAS ANTICO (PARTE 1/3)

    Prueba completa del conocido modelo de fiat que ahora se produce en méxico para todo el continente americano. a fondo con la versión full con acento ... FIAT 500 SPORT 1.4 MULTIAIR - TEST - MATíAS ANTICO (PARTE 1/3) Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos

    TEST DRIVE FIAT 500 CABRIO 2015

    Inscreva-se no botÃo vermelho acima ☛☛ se gostou, curta e compartilhe ☛☛☛ vÍdeos novos toda semana ✇ andamos no fiat 500 ... TEST DRIVE FIAT 500 CABRIO 2015 Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos

    FIAT 500 SPORT 1.4 MULTIAIR - TEST - MATíAS ANTICO (PARTE 2/3)

    Prueba completa del conocido modelo de fiat que ahora se produce en méxico para todo el continente americano. a fondo con la versión full con acento ... FIAT 500 SPORT 1.4 MULTIAIR - TEST - MATíAS ANTICO (PARTE 2/3) Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos

    TESTE FIAT MOBI WAY ON, COM EMILIO CAMANZI

    Teste feito por emilio camanzi no fiat mobi way on, no percurso cidade estrada, em belo horizonte, mg. ficha técnica e lista de equipamentos, você ... TESTE FIAT MOBI WAY ON, COM EMILIO CAMANZI Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos

    Tudo sobre Fiat 500 Abarth 2016, ficha técnica e galeria de fotos, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Novidades da Fiat 2016 / 2017

    Mercado: Confira o que cada sedã 1.0 oferece em sua versão básica

    Sedãs compactos já não são tão “pelados” como no passado, VW Voyage é exceção Hoje, o consumidor que está interessado em comprar um sedã 1.0, conta com sete opções no mercado nacional. Os preços são […]

    Fornecedores indicam que o Fiat X6H começará a ser produzido em março

    Fiat iniciará produção de seu novo hatch em março De acordo com forncedores, a Fiat começará a produzir seu novo hatch em março. Chamado por enquanto de Projeto X6H, o modelo chegará ao mercado com motores […]

    Fiat Grand Siena terá versão Attractive 1.0 por R$ 43.590

    Sedã chega equipado com o motor 1.0 EVO para ocupar lugar do finado Sienal EL A Fiat lançará nos próximos dias o Grand Siena Attractive equipado com motor 1.0 EVO. O sedã terá preço sugerido […]

    Inspiração para os projetos X6H e X6S, Fiat registra patentes da família Tipo no Brasil

    A Fiat registrou patentes da família Tipo no Brasil. Na publicação do INPI há imagens do hatch de frente e traseira  e desenhos dianteiros do sedã e da perua. Como o Autos Segredos revelou com […]

    Flagra do leitor: Fiat Mobi Drive Dualogic terá acionamento por botões

    Versão automatizada terá acionamento do câmbio por botões como no irmão Uno Já confirmado pelo fabricante, a versão Dualogic para o Fiat Mobi Drive segue em testes. Um protótipo foi flagrado pelo leitor Wesley Valadares e […]

    Fiat X6H será mais largo que o Grand Siena

    Novo hatch da Fiat será lançado no primeiro semestre de 2017 Ontem (24/11), nossa reportagem encontrou o Fiat X6H (foto acima) em testes na capital mineira. Poderíamos ter fotos melhores, mas, numa ação completamente sem noção […]

    Motor Firefly deixa Fiat Mobi mais disposto

    Novo conjunto mecânico muda comportamento do subcompacto italiano Marlos Ney Vidal (*) Bragança Paulista (SP) Lançado em abril, o Fiat Mobi chegou ao mercado com o antigo motor Fire. Apesar de confiável e robusto, o […]

    Fiat Mobi Drive com motor 1.0 Firefly tem preço de R$ 39.870

    Fim do mistério: o Mobi Drive, equipado com o novo motor 1.0 Firefly, tem preço sugerido de R$ 39.870. Por enquanto, ele é oferecido apenas com transmissão manual de cinco marchas, mas o câmbio automatizado Dualogic será […]

    Fiat montará unidades VP´s do X6H em dezembro

    Fabricante acelera desenvolvimento de seu novo hatch e montará dezenas de unidades VP´s em dezembro A Fiat acelera o desenvolvimento de seu novo hatch, em dezembro a marca montará dezenas de unidades VP´s do X6H. […]

    Fiat Toro 2018 terá motor 1.8 atualizado

    Picape contará com o mesmo motor atualizado que estreou na linha 2017 do Jeep Renegade A linha 2017 da Fiat Toro contará com o motor 1.8 E.torQ flex atualizado. A estreia será na linha 2018 […]


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Não deixe de ver isso

img_6273.jpg

Fusion Hybrid x Jeep Compass Diesel 2017: combinam economia e requinte

  A segunda geração do Compass, lançado recentemente, chega para concorrer diretamente com o Hyundai ix35. Sua versão a diesel, no.