Economia em apuros: clima econômico é o pior desde 1991

Home » Economia » Economia em apuros: clima econômico é o pior desde 1991

pib-e1405957447975

Dilma perdida, cenário ainda pode piorar bastante. O Indicador de Clima Econômico (ICE) brasileiro atingiu em julho o menor nível desde janeiro de 1991, aos 55 pontos, informou ontem a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A perspectiva cada vez menor para o crescimento da economia do País este ano foi o que mais pesou para o resultado.

O índice é medido no âmbito da Sondagem da América Latina, realizada pela FGV em parceria com o instituto alemão Ifo. Na região, a percepção sobre o ambiente de negócios também piorou, mas em menor medida. No conjunto de países latinos, o ICE caiu 7% em relação abril, para 84 pontos.
No caso do Brasil, o recuo foi de 22,5%, também em comparação a abril. A pesquisa é apurada a cada três meses, junto a analistas do mercado financeiro e alguns agentes de bancos centrais, sem ligação política ou partidária.

Segundo a economista Lia Valls, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV, o resultado foi influenciado pela percepção sobre o momento atual e pelas expectativas. “O que pode realmente ter influenciado muito foi a perspectiva de menor crescimento econômico. Isso é algo que pesa”, disse.
“Temos a informação do mercado. A cada semana que sai, (a expectativa para) o PIB (Produto Interno Bruto) é revisado para baixo. Há perspectiva de que a balança comercial vai piorar, a inflação está elevada”, disse.

Na segunda-feira, o grupo formado por profissionais de cerca de 100 instituições financeiras consultados pelo Banco Central (BC) reviu para baixo a estimativa de crescimento neste ano pela 11.ª vez consecutiva. O Boletim Focus, relatório divulgado semanalmente, mostrou que o PIB deve ter expansão de apenas 0,81% em 2014.
A piora do ICE brasileiro ocorre principalmente por fatores domésticos, ressaltou Lia. “Houve aumento muito grande no peso que se dá aos problemas que o Brasil tem, como inflação, falta de confiança no governo, problemas que antes não eram apontados como tão complicados para o País. Antes, era o problema da falta de competitividade”, citou.

Notícias da economia brasileira atual, bolha imobiliária, mercado de ações, bolsas, etc.

    JAPãO: BANCO CENTRAL MANTéM POLíTICA DE ESTíMULO à ECONOMIA - ECONOMY

    O banco do japão anunciou que vai manter a política de estímulo à economia. a instituição mantém o plano adotado em 2013, apesar da valorização do iene, ... JAPãO: BANCO CENTRAL MANTéM POLíTICA DE ESTíMULO à ECONOMIA - ECONOMY Economia em apuros clima econômico é o pior desde 1991

    PEZÃO E PICCIANI EM APUROS NO RIO. SERVIDOR NÃO É COFRINHO!

    Depois da pauta bomba onde o governo do pezão(pmdb) juntamente com seu líder na câmara, picciani; apresentaram o "plano de austeridade econômica" ... PEZÃO E PICCIANI EM APUROS NO RIO. SERVIDOR NÃO É COFRINHO! Economia em apuros clima econômico é o pior desde 1991

    UMA BELA SOLUçãO

    Quando renováveis chama gás de "mentiroso, não confiável, nojento" você sabe que o "beautiful relationship" da shell está em apuros. UMA BELA SOLUçãO Economia em apuros clima econômico é o pior desde 1991

    CAOS ELéTRICO E AS TARIFAS DE ENERGIA ELéTRICA M2U03591

    O setor elétrico inexplicavelmente nesses anos de "moçada vermelha" submeteu-se a grupos econômicos poderosos e provocações irresponsáveis. assim o ... CAOS ELéTRICO E AS TARIFAS DE ENERGIA ELéTRICA M2U03591 Economia em apuros clima econômico é o pior desde 1991

    LA ECONOMíA ITALIANA AL BORDE DEL ABISMO

    Escaso crecimiento y aumento del endeudamiento: italia se ha convertido en paciente de europa. LA ECONOMíA ITALIANA AL BORDE DEL ABISMO Economia em apuros clima econômico é o pior desde 1991

    Tudo sobre Economia em apuros clima econômico é o pior desde 1991, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

abastecimento-carro-eua-tres-mangueiras-de-combustivel

Carros elétricos: combustão com dias contados, o planeta agradece

Parecia ficção, mas já virou realidade: a inovação dos carros elétricos, ao lado da maior eficiência dos motores convencionais, arrefece.