NovasdoDia » Dieta » Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro

Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro

Quando a gente fala em dieta logo se pensa nos novos alimentos que vão entrar no cardápio, gastar uma boa grana e na extensa e cara lista de compras. É verdade que muita coisa recomendada por nutricionistas custa caro e pesa no bolso, ainda mais em tempos de inflação em alta.

Mas é perfeitamente possível se alimentar bem, de maneira equilibrada, e ter uma vida saudável sem deixar rios de dinheiro nas lojas de produtos naturais e nos supermercados.

O mesmo acontece com a malhação. “Não tenho grana para pagar um personal” não passa de uma velha desculpa para quem resiste a incorporar exercícios físicos ao seu dia a dia.

É claro que malhar com a orientação de um treinador exclusivo é um upgrade. Na falta dele, porém, e desde que haja supervisão de um educador físico, também é possível colocar o corpo para se mexer: na praça perto da sua casa, no quintal, na praia, no parque e na academia.

Segundo nutricionistas, uma dieta saudável não precisa ser recheada de produtos difíceis de serem encontrados ou com receitas complicadas. Pelo contrário. A dieta interessante é fácil e prática, e sim, aquela personalizada por um nutricionista, já que as necessidades de cada um são diferentes.

Confira alguns dos alimentos que não devem faltar em uma dieta saudável:

Feijão com arroz: É um clássico do cardápio para a formação de massa magra. Presença obrigatória na culinária brasileira, a dupla é rica em aminoácidos essenciais. O feijão é rico em lisina e o arroz rico em metionina.

Segundo nutricionistas, consumidos na dosagem correta (que varia para cada pessoa), o feijão e arroz também a participar de inúmeras funções, entre elas a síntese proteica, que ajuda na formação e recuperação muscular. O arroz, além de fornecer aminoácido, é uma ótima fonte de carboidrato complexo, que gera energia para o bom funcionamento do metabolismo.

Ovo: Segundo a nutricionista Cintia Azeredo, é uma ótima fonte de albumina, proteína de alto valor biológico encontrada na clara. Muito utilizada em suplementos, auxilia na manutenção, contração, força e ganho de massa muscular. A gema, antes considerada vilã, atua na melhora da imunidade. Fornece ferro, vitaminas A, D e K, carotenoides e outros nutrientes.

Batata Doce: Possui carboidrato de baixo índice glicêmico, liberando energia de forma lenta. É uma grande aliada para quem pratica atividades de longa duração, já que ajuda a preservar a massa muscular e a manter um bom desempenho até o final do exercício.

Leite em Pó: Você não precisa gastar R$ 200, R$ 250 para comprar Whey Protein. Segundo alguns nutricionistas, o leite em pó instantâneo (usado na dosagem recomendada, que varia de acordo com cada um), pode substituir o caríssimo produto com resultados similares.

Frango: É excelente fonte de proteína. Ajuda na recuperação e no crescimento muscular. Tem menos gordura que outras carnes, principalmente na região do peito. Deve ser consumido sem a pele.

Banana: Dez entre dez nutricionistas afirmam que a fruta tem alto índice glicêmico e fornece energia de forma rápida. Segundo Cintia Azeredo, a fruta tem fácil digestão e é rica em vitaminas e minerais que auxiliam na memória e na redução de cãibras. Também reforça a imunidade.

Açaí: Segundo a  nutricionista Cristiane Coronel, é rico em vitaminas e minerais, com destaque para o ferro. Possui grande concentração de fitoesteróis, antocianinas e magnésio. Pode ajudar a reduzir a pressão arterial. A fruta é calórica, mas as calorias são provenientes de gorduras boas, como as mono e poliinsaturadas. É preciso ter cuidado na hora de consumir com “acompanhamentos” pouco recomendados, como o leite condensado.

Abacate: Apesar de ser uma fruta calórica, o abacate é uma ótima fonte de gordura monoinsaturada, vitamina E, vitamina C, ácido fólico, ferro, fósforo, magnésio, entre outros nutrientes, que atuam na saúde como anti-inflamatório natural, combatendo infecções ajudando no controle dos níveis de LDL e HDL colesterol. A fruta funciona ainda como protetora do coração, evitando doenças cardíacas e o acidente vascular cerebral.

E, se sobrar algum dinheiro, o nutricionista Daniel Costa recomenda a compra de aveia e linhaça, dois aliados importantes para o bom desempenho intestinal. A aveia é rica em proteínas, ômega 3, potássio e fibras solúveis. Ajuda a “limpar” as artérias, controlando os níveis de colesterol. Aumenta a sensação de saciedade.

A linhaça é rica em ômega 3 e 6, fibras, gorduras mono e poliinsaturadas, magnésio, fósforo e potássio. Protege o coração e controla a liberação de glicose na corrente sanguínea. Também aumenta a sensação de saciedade.

Informações via clicfolha.com.br

    COMO MANTER A DIETA EM TEMPO DE CRISE - PROGRAMA SINCOVAT

    Em tempos de inflação e crise econômica, a iniciativa de ser saudável vai pesar mais no bolso dos consumidores em 2016. confira dicas para substituir alguns ... COMO MANTER A DIETA EM TEMPO DE CRISE - PROGRAMA SINCOVAT Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro

    MERCADOS AQUECIDOS MESMO EM TEMPOS DE CRISE

    Em tempos de crise o jeito é se reinventar. É isso o que muita gente tem feito! mas alguns setores não precisaram se preocupar com isso. É o caso de ... MERCADOS AQUECIDOS MESMO EM TEMPOS DE CRISE Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro

    ALIMENTAçãO PARA PEDRA NA VESÍCULA

    A nutricionista tatiana zanin (crn3-15097) ensina como deve ser a alimentação para pedra na vesícula, de forma a aliviar os sintomas da vesícula inflamada ... ALIMENTAçãO PARA PEDRA NA VESÍCULA Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro

    Tudo sobre Dieta para tempo de crise ou falta de dinheiro, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *