Custos de Processos Logísticos – Livro

Home » Livros » Custos de Processos Logísticos – Livro

A obra apresenta o histórico de custos voltados à Logística, aborda suas classificações e apresenta a formação dos preços de venda, os métodos essenciais de custeio e as fórmulas de cálculos dos principais modais disponíveis, de forma clara e dinâmica, com exemplos práticos e exercícios.

Partindo do princípio de que a Logística é uma área que tem seu ciclo voltado para movimentos contínuos e infinitos, uma vez que não existe um ponto de parada nos estudos, este é um livro que visa contribuir para melhorar a visão empresarial no segmento de custos logísticos.

O conteúdo pode ser aplicado para os cursos técnicos em Administração, Agronegócio, Comércio, Comércio Exterior, Eventos, Logística, Marketing, Petroquímica, Sistemas a Gás, Transporte de Cargas, Transporte Metroferroviário, Transporte Rodoviário, entre outros.

SUMÁRIO:

Capítulo 1 – Princípios de Custos
1.1 Origem dos custos
1.1.1 Primórdios da civilização
1.1.1.1 Produção e consumo
1.1.1.2 Produção, distribuição e consumo
1.1.1.3 Primeiros investimentos
1.1.1.4 Bens de consumo
1.1.1.5 Bens de produção
1.1.2 Evolução das empresas
1.2 Conceito de custos
1.2.1 Como determinar os custos
1.2.2 Diferenças entre custo, despesas e investimentos
Agora é com você!

Capítulo 2 – Classificação dos Custos Logísticos
2.1 Custos logísticos
2.2 A importância dos custos logísticos em outros países
2.3 As informações de custos
2.4 Gerenciando os custos logísticos
2.5 Elementos dos custos logísticos
2.5.1 Custos de armazenagem
2.5.1.1 Etapas para o custeio da armazenagem
2.5.2 Custos com estoques
2.5.2.1 Elementos dos custos com estoques
Agora é com você!

Capítulo 3 – Cálculo do Custo de Materiais

3.1 Importância da administração dos custos logísticos
3.2 Elementos dos custos logísticos
3.3 Custos com processamento de pedidos
3.4 Custos com armazenagem
3.5 Estocagem
3.5.1 Elementos dos custos com estoques
3.5.2 Custo de oportunidade do capital parado
3.5.3 Custos com impostos e seguros
3.5.4 Custos com o risco de manter estoques
3.5.5 Custos com faltas
3.6 Custos com transportes
3.6.1 Custos diretos
3.6.2 Custos indiretos
3.6.3 Planilha de custo de veículos de transporte rodoviário
3.6.4 Planilha de análise de custo para operações logísticas
3.7 Tipos de cargas
3.7.1 Carga geral
3.7.2 Carga a granel
3.7.3 Carga frigorificada
3.7.4 Carga perigosa
3.7.5 Neogranel
3.8 Transportes por modalidade
3.8.1 Transporte por tipo de modal
3.8.1.1 Aéreo
3.8.1.2 Ferroviário
3.8.1.3 Hidroviário
3.8.1.4 Marítimo
3.8.1.5 Rodoviário
3.9 Embalagem
3.9.1 Unitização
3.9.2 Paletização
3.9.3 Conteinerização
3.9.4 Mariner – Slings
3.9.5 Big-Bag
3.10 Armazenagem
3.10.1 Estruturas de armazenagem
3.10.1.1 Porta-paletes convencional
3.10.1.2 Porta-paletes para corredores estreitos
3.10.1.3 Porta-paletes para transelevadores
3.10.1.4 Porta-paletes autoportante
3.10.1.5 Porta-paletes deslizante
3.10.1.6 Estrutura tipo drive-thru
3.10.1.7 Estrutura tipo drive-in
3.10.1.8 Estrutura dinâmica
3.10.1.9 Estrutura tipo cantilever
3.10.1.10 Estrutura tipo push-back
3.10.1.11 Estrutura tipo flow-rack
3.10.1.12 Estante
3.10.1.13 Estante de grande comprimento
3.11 Arranjo físico ou layout
3.11.1 Princípios do arranjo físico
3.11.2 Tipos de arranjo físico
Agora é com você!

Capítulo 4 – Formação do Preço de Venda – Comércio

4.1 Elementos essenciais na formação do preço de venda
4.2 Recomendações para a formação do preço de venda
4.3 Perguntas básicas na formação do preço de venda
4.4 Decisões importantes na formação do preço de venda
4.5 Objetivos na fixação do preço de venda
4.6 Determinação do preço de venda
4.7 Como incluir as despesas fixas no preço de venda
4.7.1 Distribuir (rateio) as despesas fixas no custo com base no volume de vendas
4.7.2 Distribuir (rateio) as despesas fixas no custo com base no valor dos custos das mercadorias
4.8 Fórmulas de cálculo de preço de venda
4.8.1 Cálculo do fator de venda (mark-up)
4.9 Estabelecer a política de preços
4.10 Lucro é o critério para a fixação do preço de um produto
4.10.1 Lucro
4.10.2 Crescimento das vendas
4.10.3 Vantagem em relação à concorrência
4.10.4 Posicionamento
4.10.5 Objetivo social
4.11 A influência da carga tributária nos preços de venda
Agora é com você!

Capítulo 5 – Métodos de Custeio

5.1 Introdução aos métodos de custeio
5.1.1 Custeio por absorção ou custeio pleno
5.1.2 Custeio direto ou custeio variável
5.1.3 Custeio ABC (activity based cost)
5.2 Custeio por absorção ou pleno
5.3 Conceito
5.4 Distinção entre custos e despesas
5.4.1 Custos
5.4.2 Despesas
5.4.3 Razão dessa distinção
5.5 Distinção entre custos diretos e custos indiretos
5.5.1 Custos diretos
5.5.2 Custos indiretos
5.5.3 Razões dessa distinção
5.6 O que compõe o custo de produção no custeio por absorção
5.7 O que não compõe o custo de produção no custeio por absorção
5.8 Apropriação dos custos (diretos e indiretos)
5.9 Esquema básico de apropriação pelo custeio por absorção
5.9.1 Etapas do esquema de apropriação pelo custeio por absorção
5.10 Vantagens e desvantagens do custeio por absorção
5.10.1 Vantagens
5.10.2 Desvantagens
5.11 Custeio direto (variável)
5.12 Conceito
5.13 Distinção entre custos fixos e custos variáveis
5.13.1 Custos fixos
5.13.1.1 Características dos custos fixos
5.13.1.2 Exemplos de custos fixos
5.13.2 Custos variáveis
5.13.2.1 Características dos custos variáveis
5.13.2.2 Exemplos de custos variáveis
5.14 Características do custeio direto (variável)
5.15 Razões para não apropriação dos custos fixos aos produtos
5.16 Razões do não uso do custeio direto nos balanços
5.17 Objetivos do custeio direto
5.18 Custeamento direto como instrumento de planejamento de lucro
5.19 Custeamento direto como instrumento de controle
5.20 Margem de contribuição
5.21 Esquema básico do custeio direto (variável)
5.22 Vantagens do custeio direto (variável)
5.23 Desvantagens do custeio direto (variável)
5.24 Comparação entre os custeios por absorção e direto
5.24.1 Influência na apuração do lucro
5.24.2 Aspecto legal
5.24.3 Exemplos para distinção entre os custeios por absorção e variável
5.25 Custeio ABC
5.25.1 Origem
5.25.2 Conceito de sistema ABC
5.25.3 Objetivos
5.25.4 Campo de aplicação
5.25.5 Características
5.25.6 Etapas do sistema de custeio ABC
5.25.7 Vantagens
5.25.8 Desvantagens
5.25.9 Alocação dos custos e despesas pelo sistema ABC
5.25.9.1 Esquema básico do custeio ABC
5.25.10 Atribuição dos custos das atividades ao produto

Livros e revistas, download de artigos em PDF e ePub, freewares, os melhores ebooks para baixar de graça.

Novidades do Enem 2016 / 2017

    Inep publica resultado do Enem 2016 - Brasil Escola

    O Inep publicou hoje (18) o resultado do Enem 2016. Notas podem ser acessadas pelos concluintes do ensino médio e quem já terminou os estudos.

    CatólicaTO informa aprovados no Vestibular 2017/1 pelo Enem - Brasil Escola

    A Faculdade Católica do Tocantins (CatólicaTO) divulgou o resultado do Vestibular 2017/1 de vagas remanescentes.

    Enem vai deixar de ser usado para Certificação do Ensino Médio - Brasil Escola

    O Enem não poderá ser usado como forma de obter o Certificado do Ensino Médio. Informação foi dada pelo MEC hoje (17). A medida valerá já este ano.

    Cursinho Pró-Enem 2017 da UFMS está com inscrições abertas - Brasil Escola

    A UFMS está com inscrições abertas para o Cursinho Pró-Enem 2017. O prazo segue até 9 de fevereiro para mais de 200 vagas.

    UFV preencherá mais de 3 mil vagas pelo SiSU 2017/1 - Brasil Escola

    A UFV publicou o edital do Processo Seletivo 2017/1 para ingresso nos cursos presenciais de graduação e o termo de adesão ao SiSU 2017.

    Inep planeja antecipar resultado do Enem 2016 - Brasil Escola

    O Inep planeja antecipar resultado do Enem 2016. Notas devem ser divulgadas na coletiva de imprensa sobre consulta pública do próximo exame

    CatólicaTO finaliza inscrições para o Vestibular de Verão 2017/1 via Enem - Brasil Escola

    Termina hoje, 15 de janeiro, o prazo para inscrições no Processo Seletivo de Verão 2017/1 da CatólicaTO para preenchimento de vagas remanescentes.

    Consulta pública sobre o novo Enem será aberta no dia 18 - Brasil Escola

    O MEC vai abrir a consulta pública para o novo modelo do Enem na próxima quarta-feira, 18. Mudanças já devem ser apresentadas no edital do Enem 2017.

    Insper encerra hoje inscrições de Vestibular 2017/1 pelas notas do Enem - Brasil Escola

    Insper encerra as inscrições do Vestibular 2017/1 para quem deseja concorrer com as notas do Enem 2016.

    FGV-Rio encerra inscrições do Vestibular 2017/1 via Enem - Brasil Escola

    A FGV-Rio encerra inscrições do Vestibular 2017/1 via Enem. Serão usadas as edições de 2014 até 2016. São oferecidas 60 vagas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Não deixe de ver isso

Apple lança celular na terça, deve ser comercializado dia 20, mas já tem maníacos na fila

Doidos e otários para tudo, a Apple convocou a imprensa do mundo todo para o lançamento de seus novos produtos.