Crise automotiva: montadoras mandam 25 mil funcionários pra casa

Home » Mercado » Crise automotiva: montadoras mandam 25 mil funcionários pra casa

Queda de 25,3% em maio, na comparação com o mesmo mês de 2014, montadoras não vê outra saída senão dispensar ou dar férias coletivas.

O emprego também é afetado pela crise nas vendas. Em maio de de 2014, 152,3 mil pessoas trabalhavam na indústria. Depois de 1 ano, o montante caiu para 138,2 mil – uma queda de 9,2%.

De acordo com as montadoras, atualmente cerca de 25 mil empregados ligados a montadoras estão de férias coletivas, com suspensão de contratos de trabalho (lay-off) ou de licença remunerada.

“Temos, sem dúvida nenhuma, um excedente de pessoal nas nossas fábricas. O nível de emprego é equivalente ao de 2010 e 2011, enquanto o nível de produção é de 2006 e 2007. No entanto, nenhuma das nossas empresas gostaria de perder mão de obra qualificada, que é fruto de investimentos, por isto vem buscando todos os mecanismos possíveis para manter os empregos”, afirmou Moan.

Só nas fábricas de carros de passeio e utilitários leves, 201,6 mil unidades foram montadas em maio, 24% menos do que o volume registrado um ano antes. Em relação a abril, a produção nesse setor caiu 3,4%.

A queda é ainda mais acentuada na indústria de veículos comerciais pesados. A fabricação de caminhões,  de 6,2 mil unidades — diminuiu 51,4% na comparação anual. Por sua vez, as fábricas de ônibus produziram 31,6% menos do que em maio de 2014, para 2,3 mil unidades.

Segundo o balanço da Anfavea, a ocupação nas montadoras, incluindo o setor de máquinas agrícolas, teve queda de 1% na passagem de abril para maio, somando agora 138,2 mil empregados.

Como anda o mercado imobiliário e a economia, tudo sobre a bolha imobiliária, ranking de empresas, gastos, publicidade, etc.

    TRABALHADORES DEMITIDOS PELA MERCEDES SEGUEM NA EXPECTATIVA DO PROGRAMA DE PROTE ..

    Em meio à crise do setor automobilístico, o plano de proteção ao emprego (ppe) é a solução que as centrais sindicais encontram para reverter às demissões ... TRABALHADORES DEMITIDOS PELA MERCEDES SEGUEM NA EXPECTATIVA DO PROGRAMA DE PROTE .. Crise automotiva montadoras mandam 25 mil funcionários pra casa

    TRABALHADORES NA MERCEDES SEGUEM MOBILIZADOS CONTRA DEMISSõES

    Hoje foi o 2º dia de acampamento em frente à fábrica em são bernardo do campo. trabalhadores tentam reverter as 500 demissões anunciadas pela ... TRABALHADORES NA MERCEDES SEGUEM MOBILIZADOS CONTRA DEMISSõES Crise automotiva montadoras mandam 25 mil funcionários pra casa

    TRABALHADORES DA MERCEDES-BENZ MONTAM ACAMPAMENTO NA TENTATIVA DE REVERTER DEMIS ..

    Desde a última segunda-feira (8) cerca de 300 trabalhadores da mercedes-benz, montaram acampamento em praça localizada no corredor abd, no bairro ... TRABALHADORES DA MERCEDES-BENZ MONTAM ACAMPAMENTO NA TENTATIVA DE REVERTER DEMIS .. Crise automotiva montadoras mandam 25 mil funcionários pra casa

    SEU DIREITO JUROS ABUSIVOS

    Cerca de 95% dos financiamentos de veículos e empréstimos pessoais contém taxas e juros abusivos. entre outros, os juros abusivos fazem com que as ... SEU DIREITO JUROS ABUSIVOS Crise automotiva montadoras mandam 25 mil funcionários pra casa

    Tudo sobre Crise automotiva montadoras mandam 25 mil funcionários pra casa, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Não deixe de ver isso

Distratos de imóveis: dados da Abrainc apontam que quase 40 mil imóveis tiveram as vendas canceladas

Sem regulamentação, os distratos têm sido fonte de longas disputas judiciais entre compradores e construtoras. Dados da Abrainc apontam que.