Comparativo: BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015

Home » Automoveis » Comparativo: BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015

RR14

Um alemão e um inglês marcaram  encontro pela internet para fazer barulho. Mas nada de arruaça, simplesmente agito sonoro com seus motores com mais de 500 cv e força acima dos 60 kgfm, além de exibicionismo de uma letra e uma palavra que, incorporadas em seus nomes, fizeram toda a diferença no rolezinho.

A sigla M, de Motorsport, muda tudo no X6. Na versão normal, o”ve-oitão” entrega 412 cv. Com o M na história, surge o X6 M com expressivos 562 cv. No caso do Range Rover Sport, a palavrinha Dynamic faz o jipão britânico deixar de lado o bloco V6 de 340 cv e assumir o V8 de 510 cv.

Estilosos e com pinta de malvados, esses brutamontes “envenenados” se assemelham também no preço. É preciso desembolsar centenas de milhares de reais para tê-los na garagem. O BMW tem tabela inicial mais cara, R$ 524.950. São R$ 28.450 a mais que o cobrado pelo Land Rover, que parte de R$ 496.500. Completinho, na versão Autobiography, com direito a interior nas cores rubronegras, o Range Rover sai por R$ 539.900.

Não foi pela diferença de cifras, contudo, que o SUV inglês venceu o rolezinho. O Range Rover Sport triunfou por questões como o projeto mais atual, maior espaço interno, lista de componentes de comodidade superior e suspensão mais acertada entre conforto e esportividade.

RR14

O porte avantajado e imponente do Land Rover também merece destaque por fazer o parrudo BMW parecer pequeno ao ficar lado a lado com o oponente. Uma sensação que deve mudar até a metade do ano, com a chegada da segunda geração do utilitário alemão. Mas, por enquanto, o inglês que mais desperta olhares curiosos.

RR14-Interior

Ao pisar forte no pedal do acelerador, tanto o motor 4.4 V8 do X6 M quanto o 5.0 V8 do Range Rover Sport arrancaram sorrisos de quem curte velocidade. O ronco emitido pelas saídas de escapamento é metalizado, estridente e invade a cabine com facilidade, mesmo com ótimo isolamento acústico. Um detalhe que dá para compreender quão forte é o berro.

Em termos de força, quem dá as cartas é o BMW. Seu propulsor entrega 562 cv e 69,3 kgfm de torque a partir de 1.500 rom, em curva plana. O arrojo impressiona mesmo com a transmissão automática de seis marchas (a próxima geração terá caixa de oito velocidades), que efetua trocas eficientes e compreende com rapidez as necessidades do motorista.

Não que o Land Rover fique muito atrás, mas os números de seu “proletário” V8, de origem Ford, são inferiores: 510 cv às 6.000 rpm (mesma faixa de giro do rival) e 63,7 kgfm com 2.500 rotações. Nos testes de aceleração de 0 a 100 km/h, a vantagem do jipão germânico foi de 0,6 segundo. O X6 M, que fica ainda mais monstruoso ao pressionar o botão M no volante, registrou 4,9 segundos, enquanto o Range Rover Sport cravou 5,5 s. Marcas muito expressivas para modelos de mais duas toneladas.

As retomadas de velocidade também foram marcantes. De 40 a 80 km/h, por exemplo, o BMW gastou 2,5 segundos. Já o Land Rover precisou de 2,7 s. O desempenho mais próximo ao do adversário alemão se justifica por dois motivos: pesar 70 kg a menos e dispor de transmissão automática de oito marchas de respostas ágeis.

X614

Toda essa aptidão esportiva dos utilitários, porém, reflete no consumo de combustível. Acelerando na rua de maneira moderada (algumas pisadas vigorosas em certos momentos, pois não somos de ferro), o computador de bordo do X6 M e do Range Rover registraram 3,2 e 3,3 km/l, respectivamente. Na estrada, o câmbio do Land Rover o ajudou a ser mais econômico, com média 9,1 km/l ante os 7,8 km/l do oponente.

X614-Interior

Mas se você, endinheirado de plantão, não se importa com o gasto de gasolina, certamente dá valor para o quesito conforto. Nesse aspecto, o jipão britânico se sobressai com uma cabine mais espaçosa e aconchegante. A distância entre-eixos de ambos é praticamente a mesma, mas o espaço interno é bem mais aproveitado no Land Rover.

Quem viaja no banco de trás, além de contar com telas multimídia integradas no encosto de cabeça no banco dianteiro, dispõe de melhor área livre para a cabeça. No BMW, o perfil mais baixo do teto prejudica os mais altos.

No porta-malas, novo triunfo do Range Rover , que oferece 784 litros para acomodar a bagagem de toda a família. No X6 M, o volume é de 570 l. Em comum, os dois disponibilizam um botão para fechar eletricamente a tampa traseira; um mimo muito bem-vindo em veículos de meio milhão reias.

Outros recursos de comodidade em comum nesses SUVs são os ajustes elétricos dos bancos dianteiros, sistema de aquecimento dos assentos, tela multimídia com TV integrada e tocador de DVD, som de alta qualidade, dispositivo que corrige o fechamento quando não é efetuada 100% e até geladeira no caso do Range Rover Sport – localizada no console central.

O X6 M tem como diferencial um botão que faz massagem na “poupança” do motorista e o prático head-up display, que projeta no pará-brisas informações como velocidade de carro e de navegação GPS. No Land Rover há extras como o Park Assist, que estaciona o modelo sozinho, e um botão para aquecimento do volante – que dificilmente será usado no Brasil.

Ao volante, o prazer de dirigir é aguçado nos dois utilitários. Há amplo campo de visão, retrovisores laterias enormes para observar tudo e a todos e sensação de que os carros ao redor são minúsculos. No BMW, a única crítica vai para o pequeno retrovisor central, que dificulta a visualização do campo traseiro.

Infelizmente, não tivemos tempo de levá-los para o fora da estrada. Mas por toda a tradição da marca inglesa, quem tem lama em seu DNA, e recursos disponíveis por meio de um seletor no console, é de se imaginar que o Land Rover também se saia melhor no rolezinho off-road.

Ficha técnica, teste e valores:

  • Range Rover Sport 2014

Seu bolso:

Preço sugerido: R$ 496.500
Pacote de peças: R$ 40.517
Revisões de até 30 mil km: R$ 5.400
Seguro: R$ 10.643
Desvalorização anual: 10,5%
Garantia: 3 anos
Taxa de financiamento: 0,3% a.m.
Valor da parcela: R$ 6.895
Consumo cidade/estrada: 3,3/9,1 km/l

Teste:

Aceleração:
0-100 km/h (s): 5,5
0-400 m (s): 13,6
0-1.000 m (s): 24,4
Velocidade a 1.000 m (km/h): 223
Velocidade máxima (km/h): 250

Retomada de velocidade:
40-80 km/h (D): 2,7 s
60-100 km/h (D): 3,1 s
80-120 km/h (D): 3,1 s

Frenagem (ABS):
100 km/h (m): –
80 km/h (m): –
60 km/h (m): –

Dados da montadora:

Motor: Dianteiro, longitudinal, V8, comando duplo, compressor, 32V, gasolina
Cilindrada: 4.999 cm³
Diâmetro e curso: 92,5 x 93,0 mm
Relação de compressão: 9,5:1
Potência: 510 cv a 6.000 rpm
Torque: 63,7 kgfm a 2.500 rpm
Potência específica: 102 cv/l
Câmbio: Automático de oito marchas
Tração: Integral
Carroceria: SUV, 4 portas, 5 lugares
Comprimento/largura: 4,850 m/2,073 m
Altura/entre-eixos: 1,780 m/2,923 m
Rodas: 22 polegadas

Direção: Elétrica, diâmetro de giro 12,6 m
Peso/potência: 4,5 kg/cv
Carga útil: 512 kg
Tanque: 105 l
Peso em ordem de marcha: 2.310 kg
Porta-malas: 570 l.

  • BMW X6 M 2014

Seu bolso:

Preço sugerido: R$ 524.950
Pacote de peças: R$ 45.625
Revisões de até 30 mil km: R$ 6.000
Seguro: R$ 32.149
Desvalorização anual: 13,6%
Garantia: 2 anos
Taxa de financiamento: 0,5%
Valor da parcela: R$ 7.290
Consumo cidade/estrada: 3,2/ 7,8 km/l

Teste:

Aceleração:
0-100 km/h (s): 4,9
0-400 m (s): 13,0
0-1.000 m (s): 23,6
Velocidade a 1.000 m (km/h): 226
Velocidade máxima (km/h): 275

Retomada de velocidade:
40-80 km/h (D): 2,5 s
60-100 km/h (D): 2,7 s
80-120 km/h (D): 3,1 s

Frenagem (ABS):
100 km/h (m): 44,3
80 km/h (m): 29,2
60 km/h (m): 15,5

Dados da montadora:

Motor: Dianteiro, longitudinal, V8, comando duplo, biturbo, 32V, gasolina
Cilindrada: 4.395 cm³
Diâmetro e curso: 89,0 x 88,3 mm
Relação de compressão: 9,3:1
Potência: 562 cv a 6.000 rpm
Torque: 69,3 kgfm a 1.500 rpm
Potência específica: 127,7 cv/l
Câmbio: Automático de seis marchas
Tração: Integral
Carroceria: SUV, 4 portas, 5 lugares
Comprimento/largura: 4,876 m/1,983 m
Altura/entre-eixos: 1,684 m/ 2,933
Rodas: 10 x 20 polegadas
Direção: Elétrica, diâmetro de giro 12,
Peso/potência: 4,2 kg/cv 
Carga útil: 600 kg
Tanque: 85 l
Peso em ordem de marcha: 2.380 kg
Porta-malas: 784 l

Vencedor: Range Rover Sport 2014

Lançamentos de carros nacionais e importados, seguros, preços, avaliação, cores, teste e informações técnicas, qual o consumo do veículo, como fazer o financiamento, o que muda em 2017 e qual automóvel vai sair de linha.

    TESTE DO BMW X6M 2016 + BôNUS

    Motor 4.4, v8, turbo. potência: 575cv. torque: 76,5 kgfm. peso: 2265 kg. rank dos carros testados pelo canal em ordem de 0 a 100: ... TESTE DO BMW X6M 2016 + BôNUS Comparativo BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015

    GARAGEM DO BELLOTE TV: BMW X6 M

    Aceleremos um dos modelos mais radicais da linha m: a x6 m, com motor v8 e 555 cv. exemplar cedido pela bmw do brasil. #garagemdobellote blog ... GARAGEM DO BELLOTE TV: BMW X6 M Comparativo BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015

    2015 BMW X6 M VS. 2016 MERCEDES-AMG GLE63 S COUPE - HEAD 2 HEAD EP. 70

    It's tempting to view the bmw x6 m through the same lens that you would view the cadillac escalade ext — you know, the pickup truck — a one-off anomaly ... 2015 BMW X6 M VS. 2016 MERCEDES-AMG GLE63 S COUPE - HEAD 2 HEAD EP. 70 Comparativo BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015

    REVISTA CARRO ONLINE - COMPARATIVO BMW X6M VS AUDI RS5 VS MERCEDES-BENZ C63 AMG

    REVISTA CARRO ONLINE - COMPARATIVO BMW X6M VS AUDI RS5 VS MERCEDES-BENZ C63 AMG Comparativo BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015

    BMW X6 M 2011 TESTE DE SOM ORIGINAL

    Bmw x6 m 2011 teste de som original. BMW X6 M 2011 TESTE DE SOM ORIGINAL Comparativo BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015

    Tudo sobre Comparativo BMW X6 M vs Range Rover Sport 2015, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

3 Comentários

  1. Paulo Roberto

    Concordo com você Hamilton . Acho o BMW com visual mais agressivo e também tem mais motor

  2. São 2 carrões de luxo, super avançados em tecnologios, mas eu vou de BMW X6 M, muito mas motor e mas possante. Afinal BMW é BMW….

  3. Marcio Tamashiro

    Na descrição final dos carros, foi trocado a capacidade do porta-malas. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

ahd

Comparativo: Honda Civic x Audi A3 Sedan 2017

Os poucos carros alemães estãu deixando de ser unanimidade, entenda. Não faz muito tempo, dono de carro de marca japonesa.