Citroën DS3 2016: o melhor custo-emoção

Home » Automoveis » Citroën DS3 2016: o melhor custo-emoção

ds3-2

O Citroën DS3 já não é a última palavra em modernidade, pois nasceu em 2010. A reestilização que chegou em 2014, porém, faz ele parecer contemporâneo aos demais, especialmente pelos faróis que mais parecem joias de tão bem trabalhados.

Direto ao ponto: o DS3 não é o melhor ou o mais empolgante dos esportivos reunidos aqui. “Ele nasceu sobre a base do C3, cuja proposta é 100% urbana, e isso explica parte de suas limitações”, lembra Juliano. É bem verdade que, assim como o Abarth, o Citroën tem alguns “mas”, como um leve retardo do acelerador em baixa, o câmbio de engates um pouco resistentes e posição de pilotagem um pouco alta se comparada à do Mini, por exemplo.

Mas, quando o assunto é custo-diversão, aí, meu amigo, não tem para ninguém! “Se fosse para assinar o cheque, ele seria forte candidato”, cravou Trindade. E nisso a opinião dos avaliadores foi unânime.

A combinação de carroceria amarela com teto e rodas pretas do carro testado ficou animal, juntamente com os adesivos na lataria e a coluna central em formato de barbatana de tubarão. O hot hatch francês é cheio de personalidade, “você bate o olho no retrovisor e reconhece sua assinatura na hora”, elogia Fábio.

Citroën DS3 2016

Mas beleza não se põe à mesa, e o que mais empolga no DS3 é o empurrão nas saídas de curva, garantidos pelos 24,5 kgfm de torque despejados logo a 1.400 giros. É força para despachar o Civic Si e o Abarth nas reacelerações. Aliás, no desempenho em geral, o Citroën só tomou bota do Cooper S, mas aí é covardia, tanto pela diferença de preço quanto pelos conjuntos mecânicos – como vocês poderão comparar nos números de teste e nas fichas técnicas, ao fim desta reportagem.

Seguindo o Swift num trecho travado de baixa, o DS3 dá mais trabalho nas curvas. “Ele vai mais rápido, particularmente por causa do torque em saída de curva, mas não é tão interessante e comunicativo como o Suzuki”, comparou Barata. A suspensão é a mais macia do grupo e a direção não é exatamente sincera – temos filtros nos separando da pista e entender exatamente o que os pneus estão fazendo exige experiência e sensibilidade. A caixa de direção também poderia ser mais rápida.

No entanto, os pneus Michelin Pilot Exalto 205/45 vestidos em rodas aro 17 nos dão um bocado de aderência lateral e a confiança de que a frente não vai invadir a pista contrária, ainda que sua tendência no limite de aderência seja substerçante, algo mais que o Mini Cooper, Swift Sport e Civic Si. “Forçando nas curvas percebemos que a carroceria rola até certo ponto, mas depois que “assenta” ela se comporta bem, com movimentos previsíveis e de fácil correção”, define Daniel. Ou seja, é um carro cuja tocada nas curvas é feita em dois tempos.

O motor THP também é garantia de resistência, até mesmo se feito um upgrade – e, como muitos sabem, ele recebe muito bem remaps (bem, esqueça a garantia de fábrica neste caso). Nesta versão de 165 cv e 1 bar de pressão máxima, ele opera com muita margem de segurança.

Basta saber que na Europa ele tem versões com até 270 cv (caso do Peugeot RCZ Coupé R – ainda que utilize outros coletores, pistões e turbina soprando até 1,5 bar), mas é uma base robusta e desenvolvida em parceria com a BMW.

Tem um ronco até discreto, que não mostra do que ele é capaz de fazer. Sua arquitetura foi toda feita para dar pegada de torque em baixa: deslocamento (bem) maior que o diâmetro dos cilindros (respectivamente 85,8 mm e 77 mm), turbo de duplo fluxo (os gases de escape que alimentam a turbina não vêm de um duto, mas sim de dois, vindos de pares distintos de cilindros – o que acelera o seu enchimento) e comando variável na admissão.

Nas nossas andanças, o DS3 ficava na coluna do meio. Não era o primeiro a ser escolhido, mas quem o pegava sabia que poderia andar junto de praticamente qualquer um ali. E na estrada aberta ou na cidade ele se comporta de forma civilizada, razoavelmente suave e silencioso – só reclama nos buracos maiores, pois a suspensão possui curso realmente curto. A gente trocaria algumas coisas, como o volante de Aircross ou o rádio de recepção ruim, mas quando vemos que ele custa a partir de R$ 82.490 não há muito do que reclamar. “Ele tem a mesma proposta do Mini, mas é muito mais barato”, define Juliano. É quase o valor do Abarth por mais motor, mais espaço, melhor comportamento, uma imagem premium e a capacidade de empurrar o Si. Precisa de mais?

Consumo:

Cidade: 9,3 km/l

Estrada: 15,6 km/l

Preço:

R$

Ficha técnica:

Motor:
1.6 16V turbo
165 cv a 6.000 rpm
24,5 mkgf 1.400-4.500 rpm

Transmissão:
Manual
6 marchas
Tração dianteira

Suspensão e pneus:
Frente: McPherson
Traseiro: eixo de torção

Dimensões:
Comprimento: 3.94 m
Entre-eixos: 2.46 m
Largura: 1.71 m
Altura: 1.48 m
Peso: 1.165 kg

ds3

Lançamentos de carros nacionais e importados, seguros, preços, avaliação, cores, teste e informações técnicas, qual o consumo do veículo, como fazer o financiamento, o que muda em 2017 e qual automóvel vai sair de linha.

    CITROëN DS3 - TESTE | AUTO+TV

    Obrigado por assistirem, cliquem no gostei se gostaram do vídeo (ajudará no crescimento do canal), se quiserem assistir mais vídeos sobre carros, ... CITROëN DS3 - TESTE | AUTO+TV Citroën DS3 2016 o melhor custo emoção

    2017 CITROEN DS3 - EXTERIOR AND INTERIOR WALKAROUND - 2016 GENEVA MOTOR SHOW

    Welcome to automototube!!! on our channel we upload every day , short, (2-5min) walkaround videos of cars and motorcycles. our coverage is from auto and ... 2017 CITROEN DS3 - EXTERIOR AND INTERIOR WALKAROUND - 2016 GENEVA MOTOR SHOW Citroën DS3 2016 o melhor custo emoção

    DS 3 (CITROëN) HATCHBACK 2017 REVIEW | MAT WATSON REVIEWS

    The citroen ds 3 is an attractive hatchback that is both fun to drive and boasts a selection of good engines. watch our full 4k review with mat watson for his ... DS 3 (CITROëN) HATCHBACK 2017 REVIEW | MAT WATSON REVIEWS Citroën DS3 2016 o melhor custo emoção

    DS 3 - 2016 | REVISIóN EN PROFUNDIDAD Y ENCENDIDO

    En este video os hago una review en profundidad del ds 3 style bluehdi 100 start&stop 2016 . interiores, exterior, sonido del motor y aspectos técnicos. DS 3 - 2016 | REVISIóN EN PROFUNDIDAD Y ENCENDIDO Citroën DS3 2016 o melhor custo emoção

    CITROëN DS3 1.6 THP - TEST - MATíAS ANTICO - TNAUTOS #39

    A fondo con el nuevo ds3, y un breve contacto con el ds3 del campeonato mundial de rally. CITROëN DS3 1.6 THP - TEST - MATíAS ANTICO - TNAUTOS #39 Citroën DS3 2016 o melhor custo emoção

    Tudo sobre Citroën DS3 2016 o melhor custo emoção, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Um comentário

  1. Tive 2 ds3 .Ambos 2012/2013. Um vermelho e um Prata. Acabei de trocar depois de 3 anos e 9 meses com eles. Nota 10 em todos os quesitos a que se propõe. Consumo em 10.000 um media de 10,1. Olha q a velocidade média foi de 23 km. NAO sei porque as pessoas menosprezam o a marca citroen ? Acabei de trocar por um Audi a1 1.8 com 192 HP e dupla embreagem com 7 marchas. Anda um pouco mais que o ds3. Mas custou 120 mil. Adoro o ds3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

abastecimento-carro-eua-tres-mangueiras-de-combustivel

Carros elétricos: combustão com dias contados, o planeta agradece

Parecia ficção, mas já virou realidade: a inovação dos carros elétricos, ao lado da maior eficiência dos motores convencionais, arrefece.