Carro usado: crise já afeta violentamente o setor

Home » Automoveis » Carro usado: crise já afeta violentamente o setor

usado-crise

Se no setor de novos já tem até montadora emprestando até R$ 10.000,00  para clientes endividados, o setor de usados não tem tanta bala na agulha assim. Na avaliação do empresário Antônio Selva, a crise do setor se explica justamente pela maior dificuldade que o cliente tem para aprovar o crédito.

“A demanda caiu porque os bancos estão limitando o financiamento. Só liberam para quem está muito bem”, afirma.

Esse movimento, informa Selva, que é especializado na venda de veículos usados, terminou repercutindo no setor de seminovos das concessionárias. “Como temos um mercado mais livre, houve uma repercussão maior no valor dos carros usados”, diz. Segundo ele, os carros estão perdendo em 25% o valor de revenda depois que saem de uma concessionária. Até o ano passado, essa diferença era de até 20%. Em outras palavras, os carros usados ficaram mais baratos.

 

Lançamentos de carros nacionais e importados, seguros, preços, avaliação, cores, teste e informações técnicas, qual o consumo do veículo, como fazer o financiamento, o que muda em 2017 e qual automóvel vai sair de linha.

    CRISE NO MERCADO DE CARROS USADOS

    Siga o bahia motor nas redes sociais: inscreva-se aqui no nosso canal no youtube e segue lá no facebook (https://www.facebook.com/programabahiamotor), ... CRISE NO MERCADO DE CARROS USADOS Carro usado crise já afeta violentamente o setor

    MERCADO DE CARRO USADO SUPERA CRISE

    Pesquisa realizada pela fundaÇÃo nacional da distribuiÇÃo de veiculos automotores aponta uma alta de 30% no mercado de ... MERCADO DE CARRO USADO SUPERA CRISE Carro usado crise já afeta violentamente o setor

    BAND CIDADE - "CRISE ACELERA VENDA DE CARROS USADOS"

    Descrição. BAND CIDADE - "CRISE ACELERA VENDA DE CARROS USADOS" Carro usado crise já afeta violentamente o setor

    CRISE PROVOCA QUEDA NA VENDA DE CONSóRCIOS PARA CARROS USADOS

    Conteúdo gratuito e de qualidade. acesse o maior portal de notícias da região: www.sbtinterior.com curta nosso facebook.com/sbtinteriorsp siga-nos ... CRISE PROVOCA QUEDA NA VENDA DE CONSóRCIOS PARA CARROS USADOS Carro usado crise já afeta violentamente o setor

    MERCADO DE CARROS USADOS ENFRENTA UMA CRISE POR CAUSA DA REDUçãO DO IPI.

    MERCADO DE CARROS USADOS ENFRENTA UMA CRISE POR CAUSA DA REDUçãO DO IPI. Carro usado crise já afeta violentamente o setor

    Tudo sobre Carro usado crise já afeta violentamente o setor, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Um comentário

  1. O setor automotivo registrou queda de 17% nas vendas de veículos no primeiro trimestre de 2015: foram 674,4 mil unidades este ano contra 812,7 mil em 2014, segundo a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). De acordo com Luiz Moan, presidente da associação, o principal culpado é a crise de confiança, tanto do consumidor quanto do varejo, na economia brasileira.
    “O primeiro trimestre foi extremamente ruim [para o setor]. O segmento de caminhões está apresentando um resultado ainda pior. No de pesados, a queda do trimestre foi de 60%. Os responsáveis nós já conhecemos: a alta da gasolina, o aumento de impostos, o adiamento das compras dos importadores e, principalmente, a diminuição da confiança, tanto do investidor quanto do consumidor ”, afirmou. Se a comparação for com fevereiro, o terceiro mês do ano registrou 234,6 mil unidades, alta de 26,2% com 185,9 mil veículos.
    Para tentar driblar a falta de confiança do mercado, Moan aposta na aprovação do ajuste fiscal, proposto pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy. “O ajuste não foi aprovado e isso cria um clima de incertezas. O consumidor fica preocupado com o seu emprego e se retrai em termos de consumo. Esperamos que as medidas sejam aprovadas o mais rápido possível, ainda este mês.”

    A produção também registrou números preocupantes – queda de 7% em relação a março do ano passado. O total de unidades produzidas no trimestre ficou 16,2% abaixo do mesmo período de 2014: foram 663,1 mil unidades este ano contra 791,7 mil no ano passado. A baixa produção reflete em demissões e férias coletivas. Comparado ao mesmo mês do ano passado, março registrou queda de 8,4% em quantidade de pessoas empregadas no setor.
    Para resolver este problema, a Anfavea tenta implementar junto ao governo federal um programa de proteção ao emprego, que visa diminuir a quantidade de layoffs, suspensão temporária do contrato de trabalho, que dura de dois a cinco meses. O programa sugere, como uma das possibilidades, a redução de um dia de trabalho na semana, por exemplo.

    Caminhões

    Os números para automóveis não estão bons, mas a real preocupação da associação é com o segmento de caminhões. A produção nos três meses deste ano está menor em 49,3% do que no ano passado, quando 42,8 mil caminhões foram fabricados – este ano o volume chegou a 21,7 mil. Crescimento somente é visto em exportações – 6,3% na somatória dos primeiros três meses, com 79,4 mil unidades este ano ante 74,6 mil do ano passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

ahd

Comparativo: Honda Civic x Audi A3 Sedan 2017

Os poucos carros alemães estãu deixando de ser unanimidade, entenda. Não faz muito tempo, dono de carro de marca japonesa.