Cafe Racer: BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil

Home » BMW » Cafe Racer: BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil

nine

A Nine T foi desenvolvida para comemorar os 90 anos da BMW Motorrad. Com projeto partindo da antiga R 1200R, ela recebeu uma série de modificações para deixá-la com design minimalista e ciclística mais esportiva. O motor é o clássico dois cilindros boxer da marca, ainda na versão refrigerada a ar (a atual R 1200 GS usa a nova versão a líquido), de modo a aproveitar o histórico de preparação que este propulsor possui na Europa. Uma das sacadas desta moto é a personalização, incluindo uma tampa no lugar do assento traseiro (deixando-a com cara de monoposto), mas na mecânica não precisa mexer: são 110 cv e uma patada de 12,1 kgfm de torque, comandados por um câmbio de seis marchas e transmitidos à roda traseira por eixo cardã. As bengalas dianteiras, invertidas, vieram da antiga S1000 RR (embora sem regulagem) e os freios são a disco duplo na dianteira e simples na traseira, com pinças Brembo e ABS.

A alemã é toda sobre poderio. A partida do motorzão 1.200 é acompanhada de um leve chacoalho da moto (característico do motor boxer bicilíndrico) e um ronco forte e grosso que emana pela dupla saída de escape. Diferente da Triumph, aqui a postura do piloto é menos de esportiva e mais de naked, com o guidão aberto e peito ao vento. A embreagem hidráulica não requer quase esforço na manopla, enquanto o eixo cardã deixa a condução muito suave, praticamente isenta de trancos mesmo nas passagens de marcha mais rápidas. Para acompanhar, o câmbio tem engates macios e a suspensão é surpreendentemente macia mesmo na buraqueira paulistana. Já para circular entre os carros no trânsito é preciso um pouco de atenção com as cabeças dos cilindros do motor para fora do quadro, além do guidão largo (total de 890 mm). Mas a Nine T tem bom ângulo de esterço e, apesar dos 222 kg, não parece pesada na hora de manobrar entre os demais veículos.

Dá para usar no dia-a-dia? Sim, mas o grande barato desta BMW é pegar uma estrada, de preferência cheia de curvas. Impressiona o generoso torque (mais de 12 kgfm!) espalhado por uma ampla faixa de rotações, fazendo com que as respostas do acelerador sejam sempre fortes, mesmo em marchas altas. Uma chamada mais decidida na manete direita resulta num coice na traseira, com a Nine T disparando para além dos 200 km/h em pouco tempo – os 100 km/h chegam em apenas 3,6 s, de acordo com a marca. Embora não seja um motor de alto giro (a faixa vermelha começa em 8,5 mil rpm), o que não falta é disposição motor 1.200 – e a vibração sentida em marcha lenta se desfaz conforme os giros aumentam. Na cidade, a Nine T anda numa boa usando marchas elevadas em baixas velocidades. Na estrada, crava 4 mil rpm a 120 km/h em sexta marcha, proporcionando uma viagem relaxada e prazerosa.

Divertida de pilotar em qualquer situação, a Nine T revela uma ciclística leve, ágil e esportiva, que oferece uma tocada bem mais ousada do que sugere seu visual clássico. Ela aponta com facilidade onde se deseja, encarando trechos em “S” com naturalidade e inclinando mais do que se espera em curvinhas fechadas. Também merece aplausos o sistema de freios, com discos duplos de 320 mm na dianteira e pinças Brembo, que garantem alicatadas decididas e um eficiente ABS. Outras “modernidades” estão presentes em itens como a lanterna de LEDs e o indicador de marcha no painel. Por fim, a média de consumo durante o teste ficou em 15,6 km/l, o que resulta em cerca de 280 km de autonomia com os 18 litros de capacidade do tanque.

Após desfrutar das duas Cafes, fica evidente que a única coisa que as une é o estilo clássico. Cada qual com sua tocada, a Triumph pode ser o ponto de partida para uma estilosa moto de cilindrada maior, pelas respostas mais suaves e uma pegada mais “passeio descompromissado”. Por outro lado, a Nine T justifica seu preço mais alto pela mecânica e acabamento caprichado. É uma naked esportiva vestida de roupa clássica, na medida para os mais experientes (e endinheirados) relembrarem seus tempos de garotos rebeldes.

Preço:

R$ 62.900

Ficha técnica:

Motor: dois cilindros boxer, 8 válvulas, 1.170 cm3, injeção eletrônica, comando duplo no cabeçote, refrigeração a ar e óleo; gasolina

Potência: 110 cv a 7.500 rpm;

Torque: 12,1 kgfm a 6.000 rpm;

Transmissão: câmbio de seis marchas, transmissão por eixo cardã;

Quadro: Quatro seções com quadro traseiro em três seções, aço;

Suspensão: Garfo telescópico hidráulico invertido com 46 mm de diâmetro (120 mm de curso) na dianteira e monobraço oscilante paralever na traseira (120 mm de curso), ajustável na pré-carga da mola;

Freios: discos duplos com pinças radiais na dianteira (320 mm) e disco simples na traseira (265 mm), com ABS;

Pneus: 120/70 aro 17 na dianteira e 180/55 aro 17 na traseira;

Peso: 222 kg (em ordem de marcha);

Capacidades: tanque 18 litros;

Dimensões: comprimento 2.220 mm, largura 890 mm, altura do assento 785 mm, entreeixos 1.476 mm

nn2

Uma das marcas mais admiradas do planeta. A BMW hoje é dona também das marcas Mini e Rolls-Royce Motor Cars e anteriormente também da Land Rover, o atual Range Rover foi desenvolvido em grande parte pela marca germânica. Hoje a Land-Rover pertence ao Grupo Tata. Atualmente, o grupo BMW orientou firmemente sua visão para o setor de alto padrão do mercado internacional de automóveis e motos, reunindo quatro marcas: BMW, Mini, Rolls-Royce Motor Cars e BMW Motorrad. O grupo BMW tem atualmente 30 fábricas em 14 países

    BMW R80 CAFE RACER UMBAU

    Erste ausfahrt. BMW R80 CAFE RACER UMBAU Cafe Racer BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil

    BMW R NINE T CAFE RACER N GIRL

    Pretty girl with nice bike - bmw r nine t custom (cafe racer) BMW R NINE T CAFE RACER N GIRL Cafe Racer BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil

    BMW R 100 RT SPECIAL BOXER TWIN SCRAMBLER CAFE RACER

    Hello this is my special bmw r 100 rt 1979 completely rebuilt and custom! "for sale" BMW R 100 RT SPECIAL BOXER TWIN SCRAMBLER CAFE RACER Cafe Racer BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil

    BMW R 80 CAFE RACER UMBAU

    Erster standlauf nach dem umbau. BMW R 80 CAFE RACER UMBAU Cafe Racer BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil

    BILL COSTELLO BMW R100 CAFE RACER MOTORCYCLE STORY

    This is a video made by wes van heest originally for the bmw enthusiast blog ultimateklasse.com. if anyone is interested in any details of this build, here is a ... BILL COSTELLO BMW R100 CAFE RACER MOTORCYCLE STORY Cafe Racer BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil

    Tudo sobre Cafe Racer BMW R Nine T, a esportiva leve e ágil, vídeo, áudio, fotos, senha, como desbloquear, preço, agenda, qual melhor ponto, pelada, transmissão ao vivo e promoção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Não deixe de ver isso

bmw-f700-gs-chegara-ao-brasil-para-substituir-g650-gs-5-600x450

BMW 700 GS: ainda não foi desa vez que a marca resolveu o problema da vibração

Passando a ser o novo modelo de entrada da BMW em terras brasileiras, a BMW F700 GS chegará ao mercado.