BMW i8 – Carro elétrico e autônomo da marca será lançado em 2021, veja preço

Home » BMW » BMW i8 – Carro elétrico e autônomo da marca será lançado em 2021, veja preço

BMWconceito

A marca de luxo BMW deverá expandir a sua linha de carros elétricos para tentar segurar o avanço das vendas da Tesla na Europa. A montadora pretende lançar em breve o modelo i3, com 50% a mais de bateria, e um roadster do i8.

Mas a grande aposta, diz o CEO Harald Krüger, é um veículo autônomo elétrico para 2021, baseado no conceito Vision Next 100 das fotos, criado para celebrar os 100 anos da marca.

Segundo o executivo, “o carro terá um novo patamar de inovação, com a condução autônoma, conectividade digital, design leve e inteligente e um interior totalmente inovador”. Krüger disse ainda que não está claro qual tecnologia de motor irá prevalecer, mas que a BMW está otimizando os propulsores a combustão, em especial os a diesel, e que foca em elétricos de tomada para trajetos curtos e hidrogênio para caminhos mais longos.

preco-consorcio-seguro-valor-economia-consumo

RENOVAÇÃO DO MODELO

A renovação do i8 apresentará uma atualização do motor 1.5 TwinPower Turbo de três cilindros e com o motor elétrico surgindo 10% mais potente. O que deverá fazer com que os atuais 362 cv de potência passem a 420 cv.

Essas mudanças, combinadas com uma renovada transmissão automática de seis velocidades – que deverá receber um novo mapeamento de software -, irão certamente melhorar o desempenho dos números atuais: acelerando de 0 a 100 km/h em apenas 4,4 segundos, com consumo médio de 47,6 km/l e emissões de CO2 de 49 g/km.

As atualizações também deverão contar com melhorias na carroceria e na suspensão, rodas em fibra de carbono e um sistema de carregamento wireless opcional.

Lembrando que as vendas globais do BMW i8 excederam à soma dos esportivos híbridos de todas as outras marcas em conjunto: 5.456 unidades vendidas em 2015.

Desde que surgiu no mercado em 2013, a linha BMW i tem-se concentrado no desenvolvimento de veículos para a condução livre de emissões. Em 2015, as vendas do BMW i3 (que se encontra presente em 36 países) e do BMW i8 corresponderam a um aumento de 66% em relação a 2014 (29.513 veículos vendidos).

O renovado BMW i8 deverá chegar aos mercados no final do próximo ano, ao lado de uma versão roadster.

PARA POUCOS – PREÇO ASSUSTA

O calcanhar de Aquiles do BMW i8 é seu preço. Mesmo lá fora, trata-se de um carro caro e acessível para uma camada bastante restrita de consumidores, diminuindo um pouco o peso da preocupação da companhia com o meio ambiente, de certa forma. Aqui no Brasil, o híbrido custa exorbitantes R$ 799.900.

Lembrando que não há nem limitador de velocidade nele. De tecnologia autônoma, só um piloto automático convencional. Não há parking assist, frenagem autônoma de emergência, tampouco assistente de manutenção à faixa.Um paradoxo para um carro planejado sob um conceito visionário e concebido com tecnologia de ponta de produção.

Uma das marcas mais admiradas do planeta. A BMW hoje é dona também das marcas Mini e Rolls-Royce Motor Cars e anteriormente também da Land Rover, o atual Range Rover foi desenvolvido em grande parte pela marca germânica. Hoje a Land-Rover pertence ao Grupo Tata. Atualmente, o grupo BMW orientou firmemente sua visão para o setor de alto padrão do mercado internacional de automóveis e motos, reunindo quatro marcas: BMW, Mini, Rolls-Royce Motor Cars e BMW Motorrad. O grupo BMW tem atualmente 30 fábricas em 14 países

Um comentário

  1. Além da preocupação com o peso das baterias de íon-lítio e o próprio tamanho do carro, a busca por materiais mais leves na produção do i8 contribui diretamente para seu desempenho. O conjunto do esportivo é formado por um motor elétrico, que traciona as rodas da frente, e outro a combustão, instalado numa posição central-traseira para girar as rodas de trás. E este segundo motor é um “mero” 1.5 tricilíndrico de 231 cv. Ao todo, a combinação entre os dois produz 362 cv.

    Acha pouco? Pois se engana que pensa que falta um “V-oitão” ali sob o capô. O conjunto, aliado a todos os outros fatores que ajudam o desempenho do carro (sobretudo a tração integral) faz o i8 acelerar de 0 a 100 km/h em cinco segundos. Isso é bem rápido.

    E o melhor de tudo é que ele se comporta como um legítimo BMW. A precisão da direção, distribuição de peso igual entre os eixos, posição de dirigir e até mesmo o som que, embora seja potencializado artificialmente, casa muito bem com a evolução do giro do motor, fazem com que você se sinta num verdadeiro modelo da divisão Motorsport da companhia bávara.

    ESPORTIVO ZERO EMISSÕES

    Mas tão logo o motorista seleciona as opções de condução Comfort, Eco Pro ou, especialmente, eDrive, o i8 se transforma naquilo que ele nasceu para ser: um esportivo ecológico. Isso porque, apesar de o modo Sport liberar toda a ferocidade que ele pode entregar, ao domá-lo com parcimônia o i8 pode atingir uma autonomia de 600 km, quando trabalha com os dois propulsores para rodar.

    Enquanto o modo Comfort é mais equilibrado entre o motor elétrico e a combustão, trafegando até 60 km/h apenas impulsionado pelo primeiro, o Eco Pro prioriza a eletricidade e até gerencia o ar-condicionado para economizar bateria, além de atuar mais na regeneração de sua carga por meio da energia sinética dos freios e pelo próprio motor a combustão (quando a bateria atinge níveis baixos de carga).

    Já a condução eDrive é uma experiência diferenciada. É como se você esquecesse que está a bordo de um “batmóvel” já que praticamente nenhum som invade a cabine. É um silêncio que exige até alguns minutos para se acostumar. Rodar com ele em modo puramente elétrico é leve, confortável (na medida do possível, já que as rodas de perfil baixo dão alguns sustos em vias acidentadas) e amigável ao meio ambiente: nenhuma grama de CO2 ou outro poluente é emitido à atmosfera.

    Neste modo, o i8 possui autonomia de 37 km, ideal para ir e voltar do trabalho dentro da cidade. Ainda mais sabendo que a bateria é carregada por completo em apenas três horas em tomadas comuns residenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Não deixe de ver isso

download-73

BMW M140i: hot hatch vem com motor turbo de seis cilindros

A partir de dezembro, a linha série 1 da BMW passará a contar com mais uma versão: é a M140i..